Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
4

Primeiro-ministro de Cabo Verde solidário com 'vizinho' arquipélago das Canárias afetado por erupção

Vulcão entrou em erupção no domingo depois de mais de uma semana em que foram registados milhares de sismos na região.
Lusa 22 de Setembro de 2021 às 11:27
Ulisses Correia e Silva
Ulisses Correia e Silva FOTO: Lusa
O primeiro-ministro de Cabo Verde disse esta quarta-feira que está solidário com o vizinho arquipélago das Canárias, face à erupção do vulcão Cumbre Vieja, na ilha espanhola de La Palma.

"Tive uma conversa telefónica ontem [terça-feira] com o Presidente do Governo Autónomo das Canárias, em que manifestei solidariedade pela difícil situação que vive La Palma, derivada da erupção vulcânica", disse o primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva.

Os arquipélagos vulcânicos das Canárias (Espanha) e de Cabo Verde, ambos próximos à costa africana e separados por menos de 1500 quilómetros, mantêm fortes relações de proximidade, nomeadamente ao nível económico.

Os dois arquipélagos já assumiram anteriormente que pretendem retomar as reuniões de alto nível -- que não se realizam desde o início da pandemia de covid-19 -, entre o Governo de Cabo Verde e o Governo Regional das Canárias, depois de a última cimeira ter acontecido em janeiro de 2018.

O vulcão Cumbre Vieja entrou em erupção no domingo depois de mais de uma semana em que foram registados milhares de sismos na região.

Dezenas de casas já foram destruídas pela lava do vulcão que continua a correr em direção ao mar, mas não há vítimas depois de as autoridades terem retirado mais de seis mil pessoas da zona da erupção.

A agência espanhola Efe noticiou que o gestor da navegação aérea em Espanha emitiu uma recomendação, como medida preventiva, para que sejam suspensos os voos para a ilha de La Palma.

Ver comentários