Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
9

Primeiro-ministro do Sudão detido pelos militares e pressionado a apoiar golpe de Estado

Homens armados não identificados detiveram esta segunda-feira líderes políticos sudaneses.
Lusa 25 de Outubro de 2021 às 07:42
Primeiro-ministro do Sudão, Abdullah Hamdok
Primeiro-ministro do Sudão, Abdullah Hamdok FOTO: REUTERS/Hannibal Hanschke
O primeiro-ministro do Sudão, Abdullah Hamdok, foi "detido em casa" pelos militares e pressionado a fazer uma declaração "a apoiar o golpe [de Estado]", disse o ministério da informação sudanês.

"As forças militares conjuntas, que mantêm o primeiro-ministro sudanês Abdullah Hamdok dentro da sua casa, estão a pressioná-lo a fazer uma declaração de apoio ao golpe", disse o ministério numa curta publicação na rede social Facebook.

Homens armados não identificados detiveram esta segunda-feira líderes políticos sudaneses.

As detenções acontecem após semanas de tensão entre as autoridades de transição civil e militar.

A internet foi cortada em todo o país, enquanto manifestantes se concentravam nas ruas da capital, Cartum para protestaram contra as detenções.

Abdullah Hamdok Estado política referendo sudão militares golpe de estado
Ver comentários