Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
6

Turistas de navios cruzeiros voltaram hoje a desembarcar em Cabo Verde

Pela primeira vez no arquipélago, turistas dizem-se seguros face à situação da Covid-19.
Lusa 19 de Outubro de 2021 às 19:01
Cabo Verde
Cabo Verde FOTO: Getty Images
Os turistas de navios cruzeiros voltaram esta terça-feira a Cabo Verde, com a chegada do "MS Europa 2", de 225 metros de comprimento, ao Porto Grande, o primeiro do género nos últimos 19 meses.

Trata-se de uma reabertura, desta feita para os navios de cruzeiro, além dos restantes segmentos turísticos, após a pandemia, mas também para os turistas que por mais de um ano adiaram a viagem. É o caso do casal alemão Ivo e Christina, que chegaram esta manhã ao porto da ilha de São Vicente.

"Durante dois anos não viajámos por causa da situação da pandemia e estamos felizes por estarmos de férias. Adoramos viajar e conhecer outros países e a razão por estarmos no navio é para podermos estar na maior parte de lugares possíveis", explicou à Lusa o turista alemão.

Pela primeira vez no arquipélago e na estreia numa viagem de navio cruzeiro, dizem-se seguros face à situação da covid-19, tendo em conta as precauções que têm tomado e à situação no país.

"Penso que a situação é segura em Cabo Verde, estamos de máscara e as outras pessoas também e seguimos todas as regras sanitárias", garantiu.

Da cidade do Mindelo, junto ao porto, a primeira impressão que tiveram foi o calor, logo cedo, mas notaram muitas diferenças, tendo em conta outros países africanos que já visitaram.

"É simples, uma cidade organizada, percebemos algum desenvolvimento, movimentada por carros, diferente de outros países africanos", relatou.

Para a Enapor, empresa estatal cabo-verdiana que gere os portos do país, o dia de esta terça-feira marca "um novo capítulo" no setor do turismo de cruzeiros em Cabo Verde, "após cerca de 19 meses de paralisação total".

De acordo com a empresa, com o levantamento das restrições anteriores, impostas para conter a transmissão da pandemia de covid-19, os portos de Cabo Verde voltam a receber navios de cruzeiro com passageiros a partir desta terça-feira, "estando previstas cerca de 68 escalas até ao final do ano".

O "MS Europa 2" foi o primeiro navio a escalar o Porto Grande, Mindelo, cerca das 07h00 locais (09h00 em Lisboa) desta terça-feira, com capacidade para mais de 500 turistas - que agora já podem entrar em Cabo Verde -, proveniente das Canárias, Espanha.

O porto cabo-verdiano de São Vicente foi o primeiro de três itinerários que o navio em que seguem Ivo e Christina irá realizar no arquipélago, prevendo paragens também no porto da Praia, na quarta-feira, e no Porto Novo, Santo Antão, no dia seguinte.

"Esta primeira escala de cruzeiros com passageiros, após o início da pandemia, é um sinal animador e servirá como um teste a um regresso seguro dos cruzeiros, atendendo às novas condições de segurança para a receção desses navios", explica a Enapor, sobre as novas regras definidas desde julho último pelo Governo, possibilitando a entrada no país com certificados que atestem o esquema de vacinação completa contra a covid-19, sem necessidade de testes.

Cerca de 48 500 turistas em viagens em 149 navios de cruzeiro visitaram Cabo Verde em 2019, o melhor registo de sempre e um aumento de 3% face ao ano de 2018, segundo dados anteriores da Enapor.

Devido à covid-19, o turismo de navios de cruzeiro ficou paralisado desde o início da pandemia no arquipélago, em março de 2020, mas alguns países já retomaram, de forma gradual, a atividade.

"Pretende-se uma retoma progressiva e sustentada dos cruzeiros e neste sentido os Portos de Cabo Verde, em concertação com as entidades de saúde e demais parceiros, encontram-se preparados para a receção desses navios, estando definido os protocolos necessários ao cumprimento de todas as normas de higiene e segurança impostas pela situação epidemiológica atual", destaca a Enapor, sobre a chegada do primeiro destes navios ao Mindelo.

Ver comentários