Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo

Presidente da República angolano parte sábado para missão nos EUA

João Lourenço irá participar na Assembleia Geral das Nações Unidas, em Nova Iorque.
Lusa 17 de Setembro de 2021 às 23:35
João Lourenço, presidente de Angola
João Lourenço, presidente de Angola FOTO: Getty Images
O Presidente da República angolano, João Lourenço, parte sábado para uma missão nos Estados Unidos, durante a qual irá participar na Assembleia Geral das Nações Unidas, em Nova Iorque.

A etapa inicial do périplo será em Washington, onde será homenageado pelo seu envolvimento em iniciativas de defesa do Ambiente, refere em comunicado a Secretaria de Imprensa do Presidente da República.

 Na capital norte-americana, o Presidente João Lourenço participará segunda-feira na Gala anual da Fundação Internacional para a Conservação do Ambiente (ICCF), evento durante o qual proferirá um discurso na presença de altas figuras da política, locais e estrangeiras, com realce para a presença do Presidente da República da Colômbia, Iván Duque Márquez, e numerosos congressistas.

 No mesmo dia, Washington vai acolher uma mesa redonda sobre investimentos em Angola, iniciativa da Câmara de Comércio Estados Unidos da América-Angola, refere o comunicado, adiantando que "no evento sobre negócios, o Presidente João Lourenço falará aos empresários norte-americanos presentes".

 No último dia da etapa em Washington, o chefe de Estado angolano irá ao Capitólio para um encontro com a líder do Congresso, Nancy Pelosi.  

Faz parte do programa em Washington também uma visita ao Museu de História Afro-Americana, durante a qual está previsto "um encontro com descendentes de escravos idos de Angola há 400 anos e que se estabeleceram na região da Virgínia, tendo tido participação relevante na conformação do que hoje se conhece como os Estados Unidos da América".

João Lourenço chegará a Nova Iorque na próxima quarta-feira, onde fará o seu discurso na tribuna da Assembleia Geral das Nações Unidas na manhã de quinta-feira, sendo o quinto orador do dia, depois dos líderes da África do Sul, Guiana, Botswana e Cuba.

"Além da participação no debate geral anual da Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas, o Presidente da República desenvolverá intensa atividade diplomática, mantendo encontros com líderes de vários países presentes em Nova Iorque", refere o comunicado.

Ver comentários