Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
9

Alec Baldwin foi informado de que a arma estaria segura antes do tiro fatal

Diretor assistente gritou "arma fria" antes do tiro que matou Halyna Hutchins, de 42 anos. O termo serve para indicar que a arma não possui balas reais.
23 de Outubro de 2021 às 08:07
A carregar o vídeo ...
Alec Baldwin mata acidentalmente diretora de fotografia durante gravação de filme
A arma que o ator norte-americano Alec Baldwin disparou, esta quinta-feira, durante as gravações do filme 'Rust' no Novo México, matando acidentalmente a diretora de fotografia, foi-lhe entregue por um assistente de realização que lhe disse que seria seguro, de acordo com os registos do tribunal.

O assistente de realização gritou "arma fria" antes do tiro que matou Halyna Hutchins, de 42 anos, e feriu o diretor Joel Souza no Rancho Bonanza Creek, de acordo com um depoimento apresentado num tribunal de Santa Fé, avançou a NBC.

O termo "arma fria" serve para avisar que a arma não tem balas reais e está segura.

O diretor assistente também não sabia que a arma tinha balas reais, de acordo com o documento divulgado pelo tribunal.

O ator de 63 anos foi interrogado pela polícia, mas até ao momento ninguém foi acusado pelo incidente.

Baldwin já adiantou que está a "cooperar totalmente" com as autoridades e lamentou o trágico acidente. "Não há palavras para expressar o meu choque e tristeza em relação ao trágico acidente que tirou a vida de Halyna Hutchins, uma esposa, mãe e colega profundamente admirada", pode ler-se no Twitter do ator.


Cerca de 6 membros da equipa de filmagem de "Rust" saíram horas antes da tragédia depois de se manifestarem contra as condições de trabalho no set de Bonanza Creek Ranch, perto de Santa Fé, d
e acordo com o Los Angeles Times 

Halyna Hutchins, de 42 anos, era natural da Ucrânia e cresceu em uma base militar soviética. Começou por estudar jornalismo em Kiev, tendo depois seguido cinema em Los Angeles. A diretora de fotografia chegou a ser nomeada uma "estrela em ascensão" pela revista American Cinematographer em 2019.



Ver comentários