Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
6

Khalid Masood, o professor britânico que matou no centro de Londres

Quatro pessoas morreram e 29 ficaram feridas no ataque desta quarta-feira.
22 de Março de 2017 às 14:48
Foi divulgada a imagem de um homem que será o principal suspeito do ataque, a ser assistido por equipas médicas
Várias pessoas foram atropeladas junto à ponte de Westminster, em Londres
Londres na noite do atentado
Londres na noite do atentado
Londres na noite do atentado
Londres na noite do atentado
Londres na noite do atentado
Londres na noite do atentado
Atentado em Londres
A face que terá sido usada no ataque
O suspeito do ataque a ser levado para uma ambulância
Deputados foram levados para a abadia de Westminster
Várias pessoas foram atropeladas na ponte de Westminster
A 'London Eye' esteve fechada
Homem atropleou várias pessoas antes de embater no gradeamento do Parlamento
Homem atropleou várias pessoas antes de embater no gradeamento do Parlamento
Várias pessoas foram atropeladas na ponte de Westminster
Várias pessoas foram atropeladas junto à ponte de Westminster, em Londres
Várias pessoas foram atropeladas junto à ponte de Westminster, em Londres
Várias pessoas foram atropeladas junto à ponte de Westminster, em Londres
Várias pessoas feridas na ponte de Westminster e junto ao Parlamento inglês
Várias pessoas feridas na ponte de Westminster e junto ao Parlamento inglês
Várias pessoas feridas na ponte de Westminster e junto ao Parlamento inglês
Várias pessoas feridas na ponte de Westminster e junto ao Parlamento inglês
Várias pessoas feridas na ponte de Westminster e junto ao Parlamento inglês
Várias pessoas feridas na ponte de Westminster e junto ao Parlamento inglês
Várias pessoas feridas na ponte de Westminster e junto ao Parlamento inglês
Várias pessoas feridas na ponte de Westminster e junto ao Parlamento inglês
Várias pessoas feridas na ponte de Westminster e junto ao Parlamento inglês
Várias pessoas feridas na ponte de Westminster e junto ao Parlamento inglês
Atentado em Londres
Várias pessoas feridas na ponte de Westminster e junto ao Parlamento inglês
Atentado em Londres
Atentado em Londres
Atentado em Londres
Atentado em Londres
Atentado em Londres
Várias pessoas ficaram feridas no atentado em Londres
Várias pessoas ficaram feridas no atentado em Londres
Várias pessoas ficaram feridas no atentado em Londres
Várias pessoas ficaram feridas no atentado em Londres
Atentado em Londre fez 8 mortos e 48 feridos
O socorro às vítimas do atentado em Londres
Atentado em Londre fez 8 mortos e 48 feridos
O socorro às vítimas do atentado em Londres
O socorro às vítimas do atentado em Londres
O socorro às vítimas do atentado em Londres
O socorro às vítimas do atentado em Londres
O socorro às vítimas do atentado em Londres
O socorro às vítimas do atentado em Londres
O socorro às vítimas do atentado em Londres
As operações policiais após o atentado em Londres
As operações policiais após o atentado em Londres
As operações policiais após o atentado em Londres
As operações policiais após o atentado em Londres
As operações policiais após o atentado em Londres
As operações policiais após o atentado em Londres
As operações policiais após o atentado em Londres
As operações policiais após o atentado em Londres
As operações policiais após o atentado em Londres
As operações policiais após o atentado em Londres
As operações policiais após o atentado em Londres
As operações policiais após o atentado em Londres
As operações policiais após o atentado em Londres
As operações policiais após o atentado em Londres
Grande aparato policial em Londres após o atentado
Grande aparato policial em Londres após o atentado
Grande aparato policial em Londres após o atentado
Grande aparato policial em Londres após o atentado
Grande aparato policial em Londres após o atentado
Grande aparato policial em Londres após o atentado
Grande aparato policial em Londres após o atentado
Foi divulgada a imagem de um homem que será o principal suspeito do ataque, a ser assistido por equipas médicas
Várias pessoas foram atropeladas junto à ponte de Westminster, em Londres
Londres na noite do atentado
Londres na noite do atentado
Londres na noite do atentado
Londres na noite do atentado
Londres na noite do atentado
Londres na noite do atentado
Atentado em Londres
A face que terá sido usada no ataque
O suspeito do ataque a ser levado para uma ambulância
Deputados foram levados para a abadia de Westminster
Várias pessoas foram atropeladas na ponte de Westminster
A 'London Eye' esteve fechada
Homem atropleou várias pessoas antes de embater no gradeamento do Parlamento
Homem atropleou várias pessoas antes de embater no gradeamento do Parlamento
Várias pessoas foram atropeladas na ponte de Westminster
Várias pessoas foram atropeladas junto à ponte de Westminster, em Londres
Várias pessoas foram atropeladas junto à ponte de Westminster, em Londres
Várias pessoas foram atropeladas junto à ponte de Westminster, em Londres
Várias pessoas feridas na ponte de Westminster e junto ao Parlamento inglês
Várias pessoas feridas na ponte de Westminster e junto ao Parlamento inglês
Várias pessoas feridas na ponte de Westminster e junto ao Parlamento inglês
Várias pessoas feridas na ponte de Westminster e junto ao Parlamento inglês
Várias pessoas feridas na ponte de Westminster e junto ao Parlamento inglês
Várias pessoas feridas na ponte de Westminster e junto ao Parlamento inglês
Várias pessoas feridas na ponte de Westminster e junto ao Parlamento inglês
Várias pessoas feridas na ponte de Westminster e junto ao Parlamento inglês
Várias pessoas feridas na ponte de Westminster e junto ao Parlamento inglês
Várias pessoas feridas na ponte de Westminster e junto ao Parlamento inglês
Atentado em Londres
Várias pessoas feridas na ponte de Westminster e junto ao Parlamento inglês
Atentado em Londres
Atentado em Londres
Atentado em Londres
Atentado em Londres
Atentado em Londres
Várias pessoas ficaram feridas no atentado em Londres
Várias pessoas ficaram feridas no atentado em Londres
Várias pessoas ficaram feridas no atentado em Londres
Várias pessoas ficaram feridas no atentado em Londres
Atentado em Londre fez 8 mortos e 48 feridos
O socorro às vítimas do atentado em Londres
Atentado em Londre fez 8 mortos e 48 feridos
O socorro às vítimas do atentado em Londres
O socorro às vítimas do atentado em Londres
O socorro às vítimas do atentado em Londres
O socorro às vítimas do atentado em Londres
O socorro às vítimas do atentado em Londres
O socorro às vítimas do atentado em Londres
O socorro às vítimas do atentado em Londres
As operações policiais após o atentado em Londres
As operações policiais após o atentado em Londres
As operações policiais após o atentado em Londres
As operações policiais após o atentado em Londres
As operações policiais após o atentado em Londres
As operações policiais após o atentado em Londres
As operações policiais após o atentado em Londres
As operações policiais após o atentado em Londres
As operações policiais após o atentado em Londres
As operações policiais após o atentado em Londres
As operações policiais após o atentado em Londres
As operações policiais após o atentado em Londres
As operações policiais após o atentado em Londres
As operações policiais após o atentado em Londres
Grande aparato policial em Londres após o atentado
Grande aparato policial em Londres após o atentado
Grande aparato policial em Londres após o atentado
Grande aparato policial em Londres após o atentado
Grande aparato policial em Londres após o atentado
Grande aparato policial em Londres após o atentado
Grande aparato policial em Londres após o atentado
Foi divulgada a imagem de um homem que será o principal suspeito do ataque, a ser assistido por equipas médicas
Várias pessoas foram atropeladas junto à ponte de Westminster, em Londres
Londres na noite do atentado
Londres na noite do atentado
Londres na noite do atentado
Londres na noite do atentado
Londres na noite do atentado
Londres na noite do atentado
Atentado em Londres
A face que terá sido usada no ataque
O suspeito do ataque a ser levado para uma ambulância
Deputados foram levados para a abadia de Westminster
Várias pessoas foram atropeladas na ponte de Westminster
A 'London Eye' esteve fechada
Homem atropleou várias pessoas antes de embater no gradeamento do Parlamento
Homem atropleou várias pessoas antes de embater no gradeamento do Parlamento
Várias pessoas foram atropeladas na ponte de Westminster
Várias pessoas foram atropeladas junto à ponte de Westminster, em Londres
Várias pessoas foram atropeladas junto à ponte de Westminster, em Londres
Várias pessoas foram atropeladas junto à ponte de Westminster, em Londres
Várias pessoas feridas na ponte de Westminster e junto ao Parlamento inglês
Várias pessoas feridas na ponte de Westminster e junto ao Parlamento inglês
Várias pessoas feridas na ponte de Westminster e junto ao Parlamento inglês
Várias pessoas feridas na ponte de Westminster e junto ao Parlamento inglês
Várias pessoas feridas na ponte de Westminster e junto ao Parlamento inglês
Várias pessoas feridas na ponte de Westminster e junto ao Parlamento inglês
Várias pessoas feridas na ponte de Westminster e junto ao Parlamento inglês
Várias pessoas feridas na ponte de Westminster e junto ao Parlamento inglês
Várias pessoas feridas na ponte de Westminster e junto ao Parlamento inglês
Várias pessoas feridas na ponte de Westminster e junto ao Parlamento inglês
Atentado em Londres
Várias pessoas feridas na ponte de Westminster e junto ao Parlamento inglês
Atentado em Londres
Atentado em Londres
Atentado em Londres
Atentado em Londres
Atentado em Londres
Várias pessoas ficaram feridas no atentado em Londres
Várias pessoas ficaram feridas no atentado em Londres
Várias pessoas ficaram feridas no atentado em Londres
Várias pessoas ficaram feridas no atentado em Londres
Atentado em Londre fez 8 mortos e 48 feridos
O socorro às vítimas do atentado em Londres
Atentado em Londre fez 8 mortos e 48 feridos
O socorro às vítimas do atentado em Londres
O socorro às vítimas do atentado em Londres
O socorro às vítimas do atentado em Londres
O socorro às vítimas do atentado em Londres
O socorro às vítimas do atentado em Londres
O socorro às vítimas do atentado em Londres
O socorro às vítimas do atentado em Londres
As operações policiais após o atentado em Londres
As operações policiais após o atentado em Londres
As operações policiais após o atentado em Londres
As operações policiais após o atentado em Londres
As operações policiais após o atentado em Londres
As operações policiais após o atentado em Londres
As operações policiais após o atentado em Londres
As operações policiais após o atentado em Londres
As operações policiais após o atentado em Londres
As operações policiais após o atentado em Londres
As operações policiais após o atentado em Londres
As operações policiais após o atentado em Londres
As operações policiais após o atentado em Londres
As operações policiais após o atentado em Londres
Grande aparato policial em Londres após o atentado
Grande aparato policial em Londres após o atentado
Grande aparato policial em Londres após o atentado
Grande aparato policial em Londres após o atentado
Grande aparato policial em Londres após o atentado
Grande aparato policial em Londres após o atentado
Grande aparato policial em Londres após o atentado

Um dia depois do ataque terrorista em Londres, que matou cinco pessoas e feriu cerca de 29, o Daesh reivindicou o ataque em Londres. A primeira-ministra britânica Theresa May, confirmou que o atacante era britânico e conhecido pelos Serviços Secretos. Segundo a agência Reuters tratar-se-á de Khalid Masood. De acordo com a polícia, citada pela mesma agência, Masood é britânico com registo criminal, mas sem ligações terroristas. O suspeito tem 52 e nasceu em Kent. Trabalhava como professor e tinha três filhos. Antes de se converter ao islamismo dava pelo nome de Adrian Elms.

Em comunicado, a polícia londrina precisou que Masood tinha "vários pseudónimos" e residia nos últimos anos na região das West Midlands (centro), que inclui a cidade de Birmingham, onde foi lançada esta madrugada uma operação policial.

Masood, abatido na quarta-feira pelas forças de segurança, era conhecido da polícia, tendo sido detido no passado por agressão, posse de armas ofensivas e perturbação da ordem pública. De acordo com o The Sun, o homem passava muito tempo no ginário e era adepto do culturismo.

Foi condenado judicialmente uma primeira vez em novembro de 1983, por danos, e a última em dezembro de 2003, por posse de arma branca. Nunca foi condenado por terrorismo.

Khalid Masood não estava a ser investigado e não havia informações de que tencionasse lançar um ataque terrorista, segundo a Scotland Yard. Theresa May, a primeira-ministra britânica, revelou que os Serviços Secretos ingleses já haviam investigado o suspeito anteriormente, mas tinham apurado que se tratava de "uma figura periférica".

Uma vizinha do terrorista revela que o homem vivia com uma criança e uma mulher e levava uma vida pacata, dedicando-se à jardinagem. "Para mim eram uma família normal. Assim que vi a fotografia na televisão reconheci-o. Costumava ser simpático, dizia 'Bom dia' e 'Boa tarde'; às vezes via-o com uma criança que não tinha mais de cinco, seis anos. Fiquei em choque, nunca pensei numa coisa destas", conta a vizinha de Masood.

Carro usado no ataque foi alugado em Brimingham
A empresa de aluguer de automóveis Enterprise anunciou entretanto que o automóvel usado por Masood no ataque de quarta-feira lhes pertence e foi alugado em Birmingham.

"Custa-me pensar que um terrorista praticou um ato desta monstruosidade num sítio onde todos os dias convergem várias nacionalidades e onde se celebra a liberdade. Foi um ataque à democracia. Foi um ataque às pessoas livres", disse a primeira-ministra britânica durante uma sessão da Câmara dos Comuns.

Esta quinta-feira, a Polícia Metropolitana de Londres anunciou que foram detidas oito pessoas na sequência de rusgas realizadas em seis moradas diferentes, incluindo em Londres e em Birmingham.

"Levámos a cabo buscas em seis moradas e fizemos oito detenções", disse o chefe da unidade antiterrorista da polícia de Londres, Mark Rowley, aos jornalistas, em frente à sede da Scotland Yard, revendo em baixa o número de vítimas mortais no atentado de quatro para três. Nesta contabilidade não está o atacante, que foi abatido pelas forças de segurança.


Um agente da polícia e uma mulher, casada com um português, estão entre as cinco pessoas que morreram esta quarta-feira junto ao Parlamento britânico, em Londres. O número de mortos é de quatro pessoas. Há pelo menos 29 feridos, sete com "extrema gravidade", depois de um carro ter atropelado várias pessoas e de o homem que o conduzia ter esfaqueado várias pessoas, incluindo o polícia que morreu. O atacante é um dos mortos confirmados.

A polícia britânica abriu fogo junto ao Parlamento, depois de o suspeito ter atropelado dezenas de pessoas na ponte de Westminster antes de embater contra um gradeamento, em Londres. Num comunicado lido por volta das 18h00, Mark Rowley, chefe da unidade de contra-terrorismo da Polícia Metropolitana, afirmou que os investigadores estão convictos de que o atacante atuou sozinho. Pelas 22h30, um responsável da polícia britânica disse que as autoridades acreditam já ter identificado o atacante, mas não foram divulgados mais pormenores.

No ataque desta tarde ficou ferido um português. Francisco Lopes, de 26 anos, estava a passar na zona e foi atingido pelo carro do atacante. Conta à TVI que se sente "um afortunado" por ter sobrevivido, mas só se apercebeu que se tratava de um ato intencional depois de ser assistido. Ficou com ferimentos ligeiros e deverá ter alta ainda esta quarta-feira. 

Outros dois polícias ficaram feridos ao tentar deter o agressor. O suspeito foi altingida a tiro pelos agentes e foi depois fotografado a ser levado por uma ambulância. A polícia confirmou, mais tarde, a sua morte.

As autoridades declararam oficialmente por volta das 18h00 que se tratou de "um ataque terrorista".

Logo a seguir ao ataque, os deputados ficaram, durante cerca de duas horas confinados no interior do Parlamento. Três a quatro tiros foram ouvidos depois de um barulho ensurdecedor perto do Parlamento ter alarmado quem se encontrava no local. Os parlamentares foram depois levados para a Abadia de Westminster, ali próxima. 

Um jornalista que se encontrava no local esteve a transmitir em direto imagens da confusão que se instalou perto do local, até ser impedido pelas autoridades:





Este incidente acontece no mesmo dia em que se assinala um ano dos atentados em Bruxelas, que vitimaram 32 pessoas. 
Ver comentários