Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
7

Alimenta filhas gémeas só com um peito após ter cancro da mama

Mulher foi submetida a uma cirurgia de mastectomia em 2008.
Catarina Figueiredo 1 de Junho de 2017 às 09:07
Alimenta filhas gémeas só com um peito após ter cancro da mama
Alimenta filhas gémeas só com um peito após ter cancro da mama
Alimenta filhas gémeas só com um peito após ter cancro da mama
Alimenta filhas gémeas só com um peito após ter cancro da mama
Alimenta filhas gémeas só com um peito após ter cancro da mama
Alimenta filhas gémeas só com um peito após ter cancro da mama
Alimenta filhas gémeas só com um peito após ter cancro da mama
Alimenta filhas gémeas só com um peito após ter cancro da mama
Alimenta filhas gémeas só com um peito após ter cancro da mama
Alimenta filhas gémeas só com um peito após ter cancro da mama
Alimenta filhas gémeas só com um peito após ter cancro da mama
Alimenta filhas gémeas só com um peito após ter cancro da mama
Estelle Goddard é uma mulher de 40 anos, residente no Reino Unido, que se submeteu a uma cirurgia de mastectomia em junho de 2008, após uma árdua luta contra o cancro da mama.

Na altura, Estelle foi informada de que a quimioterapia e o uso excessivo dos medicamentos a poderiam tornar infértil.

No entanto, em 2015, a mulher que já era mãe de um menino, descobriu que estava grávida de duas bebés gémeas. Jasmin e Saffron nasceram em maio de 2016.

Desde então que as meninas fazem turnos para se alimentar, uma vez que a mãe só é capaz de as amamentar através do peito direito.

Estelle foi diagnostica com cancro da mama em 2004, quando tinha apenas 27 anos de idade. Passado quatro anos, quando a mulher acreditava já estar curada da doença, o cancro reincidiu e foi então que Estelle foi aconselhada pelos médicos a remover o peito esquerdo.

Estelle confessa que ficou muito assustada quando descobriu que estava à espera de gémeos, sete anos mais tarde. "Admito que inicialmente achei que não seria capaz de alimentar as duas com um único peito. Na altura perguntei à minha ginecologista como fazer e ela disse que tinha de as revezar", explica ao jornal The Mirror.

"Depois de tudo o que passei sinto-me uma afortunada por ter estes três filhos bonitos e saudáveis. Com peito ou menos peito, estou grata por poder amamentar", confessa Estelle, visivelmente orgulhosa da sua família.
Estelle Goddard Reino Unido Jasmin Saffron The Mirror saúde questões sociais
Ver comentários