Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
5

Associação denuncia aumento de ataques de presidente brasileiro contra a imprensa

Governo de Bolsonaro tem procurado colocar um fim à legislação sobre a publicação em jornais de avisos de licitações.
Lusa 19 de Outubro de 2021 às 17:03
Jair Bolsonaro, presidente do Brasil
Jair Bolsonaro, presidente do Brasil FOTO: REUTERS/Ueslei Marcelino/File Photo
A Associação Interamericana de Imprensa (SIP) denunciou esta terça-feira o aumento da "postura agressiva" do Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, contra os profissionais que atuam nos meios de comunicação e a impunidade dos crimes cometidos contra essa categoria.

No relatório sobre o Brasil apresentado na 77.ª Assembleia Geral da SIP, que começou esta terça-feira de forma virtual e que se prolongará até 22 de outubro, a entidade destacou que Bolsonaro, líder da extrema-direita brasileira, e os seus aliados "continuam a atacar a atividade jornalística e a alimentar narrativas anti-imprensa que as redes sociais replicam".

A SIP denunciou ainda que, desde que assumiu o poder, em janeiro de 2019, o Governo de Bolsonaro tem procurado, embora sem sucesso até ao momento, colocar um fim à legislação sobre a publicação em jornais de balanços de empresas e avisos de licitações, a fim de "prejudicar financeiramente o setor".

Ver comentários