Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
9

Ataque de tubarão fere homem com gravidade no estado de Pernambuco no Brasil

Estado de saúde da vítima é estável.
Domingos Grilo Serrinha e correspondente no Brasil 26 de Julho de 2021 às 17:09
Tubarão
Tubarão FOTO: Getty Images

Um novo ataque de tubarão, o segundo em 15 dias, deixou este domingo gravemente ferido um homem de 32 anos na famosa Praia da Piedade, em Jaboatão dos Guararapes, cidade vizinha de Recife, a capital do estado brasileiro de Pernambuco, uma das regiões do Brasil mais visitada por turistas portugueses. De acordo com informações avançadas esta segunda-feira pelo Hospital da Restauração, em Recife, o ferido, Everton Guimarães Reis, está consciente e em estado estável, apesar de grave.

Everton foi atacado pelo animal quando estava em água rasa, muito perto da areia da Praia da Piedade, no local conhecido como Igrejinha da Piedade. Ele estava agachado e o tubarão mordeu-o nas nádegas e numa das pernas, provocando-lhe ferimentos de larga extensão.

Socorrido inicialmente para o Hospital da Aeronáutica, em Jaboatão dos Guararapes, Everton foi estabilizado e mais tarde transferido de ambulância para o Hospital da Restauração, o maior de Recife. Esta segunda-feira, uma equipa médica multidisciplinar avaliava as cirurgias que Everton vai precisar para recuperar o que for possível das áreas atingidas pelo tubarão.

Na mesma área onde Everton foi atacado este domingo, um outro ataque de tubarão matou, no passado dia 10, Marcelo Rocha Santos, de 51 anos. Marcelo, que tinha estado a beber com amigos, entrou na água apenas para tirar a areia do corpo e voltar para casa, mas foi atacado pelo tubarão, que lhe arrancou uma das mãos e provocou uma enorme e letal ferida numa das pernas.

Na área da Igrejinha da Piedade, a preferida de locais e turistas, já ocorreram até hoje 14 ataques de tubarão, que fizeram sete mortos e deixaram com sequelas para toda a vida outras sete pessoas. Desde 1992, quando começaram a ser registados ataques de tubarões em praias de Recife e cidades vizinhas, foram notificados 68 casos, de que resultaram 26 mortes
Ver comentários