Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
7

Aumentam restrições para os não vacinados: Europa e EUA alargam uso do certificado Covid-19

Países europeus estão a adotar certificação para incentivar à vacinação.
Francisco J. Gonçalves 30 de Julho de 2021 às 09:43
Em França multiplicaram-se nos últimos dias os protestos contra o passe sanitário imposto pelo governo do presidente Emmanuel Macron, por causa da pandemia
Em França multiplicaram-se nos últimos dias os protestos contra o passe sanitário imposto pelo governo do presidente Emmanuel Macron, por causa da pandemia FOTO: Reuters

A multiplicação de novos contágios com a variante Delta do coronavírus e a influência crescente do movimento antivacinação está a levar a Europa e os EUA a adotarem medidas drásticas para levar mais pessoas a serem vacinadas. O presidente Joe Biden anunciou ontem que vai tornar obrigatória a vacina para os funcionários públicos, por exemplo, enquanto no espaço europeu alguns países e numerosas empresas já adotaram ou ponderam adotar medidas similares.

Nos EUA, além da vacina obrigatória para os funcionários federais, estados como a Califórnia e a cidade de Nova de Iorque anunciaram medidas semelhantes para os funcionários locais. Quem não estiver vacinado será submetido a testes semanais.

O passe sanitário está igualmente a ser adotado em cada vez mais países para limitar a circulação no espaço público e o acesso a estabelecimentos. Em França, por exemplo, o pessoal médico que recusar a vacina fica sem ordenado a partir de setembro, estando a mesma medida a ser ponderada para empregados de lares de idosos, professores, bombeiros e militares. Além disso, a partir de agosto será preciso apresentar passe sanitário em bares e restaurantes, até mesmo nas esplanadas, medidas que Itália adotará também a partir do início do mês.

A Hungria e a Dinamarca foram dos primeiros países europeus a adotar o passe sanitário. Na Dinamarca, muitos espaços já o dispensam, mas continua a ser obrigatório em ginásios e salões de beleza e na Hungria são obrigatórios em hospitais, clínicas e farmácias e ainda em concertos e outros eventos culturais e desportivos.

Espanha, Suíça, Áustria, Luxemburgo, Irlanda, Reino Unido e Rússia são outros países onde o passe sanitário é usado, embora quase sempre sejam as regiões ou as autarquias a decidir as restrições a aplicar.

PORMENORES
Netflix impõe vacinas
A Netflix vai tornar obrigatória a vacinação a todos os participantes em produções de TV nos EUA, atores ou pessoal técnico.

Certificado de vacinação
Empresas como Google e Facebook e jornais como ‘The Washington Post’ vão requerer o certificado de vacinação aos empregados e manter por mais tempo o teletrabalho, sempre que tal seja possível.

Máscaras na Disney
Empregados e visitantes com mais de 2 anos da Walt Disney World Resort e Disneyland Resort terão de usar máscara.

Mais informação sobre a pandemia no site dedicado ao coronavírus - Mapa da situação em Portugal e no Mundo. - Saiba como colocar e retirar máscara e luvas - Aprenda a fazer a sua máscara em casa - Cuidados a ter quando recebe uma encomenda em casa. - Dúvidas sobre coronavírus respondidas por um médico Em caso de ter sintomas, ligue 808 24 24 24
Ver comentários