Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
9

AY. 4.2: A 'descendente' da variante Delta que está a deixar o Reino Unido em alerta

Estima-se que esta sub-estirpe seja mais contagiosa que a original e casos já chegaram à Dinamarca e Estados Unidos.
Correio da Manhã 20 de Outubro de 2021 às 17:18
Coronavírus
Coronavírus FOTO: Getty Images
Ainda não tem designação própria dada pela Organização Mundial da Saúde, mas nem por isso deixa de ser menos preocupante. A AY. 4.2, uma sub-estirpe da variante Delta, está a colocar cientistas e autoridades de saúde em alerta no Reino Unido. 

Mas o que se sabe sobre esta 'descendente', chamemos-lhe assim, da variante Delta, que já de si é bastante mais infecciosa que o vírus original da Covid-19. Os cientistas, não só no Reino Unido, já começaram a investigar de perto esta nova sub-estirpe que está a provocar cada vez mais casos. No Reino Unido, os alertas já foram todos acionados com os casos provocados pela AY. 4.2 a aumentarem de dia para dia. 

François Balloux, diretor do Instituto de Genética da University College London, disse no Twitter, este sábado, que tudo indica que esta sub-estirpe seja 10% mais transmissível do que a variante Delta mais comum no Reino Unido, a chamada AY.4.

Jeffrey Barrett, que chefia o grupo de genómica médica do Instituto Wellcome Trust Sanger, disse esta terça-feira no Twitter que o AY.4.2 foi o único descendente de Delta que tem estado a aumentar de forma constante. Segundo o especialista, esta sub-estirpe estará a sobrepôr-se a variante Delta.

Fora do Reino Unido, a AY. 4.2 é ainda rara, tendo apenas surgido na Dinamarca e Estados Unidos.

O vírus que causa a Covid-19 ganha cerca de duas novas mutações por mês. Atualmente existem 56 descendentes da Delta, de acordo com Outbreak.info da Universidade Scripps, que inclui dados do Centro de Controlo e Prevenção de Doenças.
Delta AY Organização Mundial da Saúde Reino Unido Covid-19 Twitter saúde doenças
Ver comentários