Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
8

Bar noturno investigado por alugar anões para despedidas de solteiro em Espanha

Estabelecimento teve durante anos à porta um cartaz onde se podia ler: "Quer alugar um anão?".
19 de Maio de 2019 às 18:35
Ministério Público espanhol está a investigar o caso
Ministério Público espanhol está a investigar o caso
Ministério Público espanhol está a investigar o caso
Ministério Público espanhol está a investigar o caso
Ministério Público espanhol está a investigar o caso
Ministério Público espanhol está a investigar o caso
Ministério Público espanhol está a investigar o caso
Ministério Público espanhol está a investigar o caso
Ministério Público espanhol está a investigar o caso
Um estabelecimento noturno em Benidorm, Espanha, está a ser investigado por um alegado crime de ódio contra pessoas que sofrem de nanismo. 

Segundo o El País, o pub Chaplin's, bar que organiza festas de despedidas de solteiro, teve durante anos um cartaz à porta, onde escrito em inglês se podia ler: "Quer alugar um anão?".

As notícias relativas ao cartaz indignaram a opinião pública, tendo o Comité Espanhol de Representantes de Pessoas com Deficiência (CERMI) reagido. De acordo com a associação, o anúncio é "humilhante" tendo este tipo de negócio "efeitos diretos sobre todo o universo de pessoas com este tipo de deficiência", além de que "aprofunda o estigma das pessoas com baixa estatura, que são tratados como palhaços".

Jesús Martín Blanco, da CERMI, acrescenta ainda que as crianças e os adolescentes ao darem conta que existe este tipo de situação podem ter problemas "na criação da sua própria identidade e na aceitação do seu corpo". 

"Sei isto porque tenho displasia óssea [má formação óssea]" conclui ainda.

Um dos sócios do estabelecimento, contactado pelo jornal espanhol, indicou que "só tiveram um anão" ao serviço, mas que acabaram por abandonar a ideia "porque há muita gente com a mente fechada".

"Ele ganhava o seu salário, assim como aqueles que são empregados de mesa, porteiros ou aqueles que fazem espetáculos eróticos. Isto existe em todo o lado nas despedidas de solteiros, é só procurar na Internet e vai ver", respostou.

O Ministério Público espanhol continua a investigar o caso.
Ver comentários