Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
8

Bebé de sete meses morre após mãe impôr dieta vegana para evitar que criança engordasse

Carla, de 28 anos, recorreu à Bíblia para explicar as restrições alimentares do recém-nascido.
Correio da Manhã 29 de Abril de 2021 às 18:51
Bebé, xxxx
Bebé, xxxx FOTO: Getty Images
Um bebé de sete meses morreu depois de ter sido obrigado pela mãe a seguir uma dieta vegan, com base em questões religiosas, EUA.

O caso ocorreu em Nova Iorque, nos EUA. As autoridades encontraram Kameri Garriques inconsciente em outubro de 2019. Carla, a mãe da criança, de 28 anos, acabou por confessar que o menor seguia uma dieta vegana e exibiu de seguida uma Bíblia para explicar as restrições alimentares do recém-nascido.

"O veganismo significa tudo na Bíblia", afirmou em entrevista na sua casa em St. Albans, Queens.

De acordo com os relatórios das autoridades, citados pelo "New York Port", a progenitora não queria que a criança fosse gorda. No entanto, negou qualquer irregularidade no caso, insistindo que o bebé não estava abaixo do peso.

De acordo com o Departamento de polícia de Nova Iorque, o caso está a ser tratado como homicídio.

Para além de Kameri, Carla tem ainda mais três filhos, incluindo uma menina de 2 anos, retirada à progenitora após a morte do irmão.

A mãe justificou a alimentação com o facto do menino ficar com "infeções na boca" quando era alimentado com fórmulas. Carla admitiu ainda admitiu ainda ao jornal que o menor nunca tinha sido vacinado contra doenças infantis.
Ver comentários