Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
8

Primeiro-ministro e três ex-ministros acusados de negligência nas explosões que mataram centenas de pessoas em Beirute

Episódio ocorreu em agosto passado na capital do Líbano.
Lusa 10 de Dezembro de 2020 às 13:19
Explosões arrasaram Beirute, capital do Líbano, e tiveram origem numa carga de nitrato de amónio
Explosões arrasaram Beirute, capital do Líbano, e tiveram origem numa carga de nitrato de amónio
Explosões arrasaram Beirute, capital do Líbano, e tiveram origem numa carga de nitrato de amónio
O primeiro-ministro libanês em funções, Hassan Diab, e três ex-ministros foram esta quinta-feira
acusados de negligência no inquérito à explosão que ocorreu no porto de Beirute em agosto passado, avançou uma fonte judicial.

A informação foi avançada à agência noticiosa France-Presse (AFP).

O juiz Fadi Sawwan, encarregue do inquérito à explosão, acusou de negligência Hassan Diab e o ex-ministro das Finanças Ali Hassan Khalil, assim como os ex-ministros das obras públicas Ghazi Zeiter e Youssef Fenianos, escreve a Associated Press.

O Governo libanês em funções atualizou para 202 as mortes na explosão que assolou o portona capital do Líbano. Num comunicado emitido em outubro, o executivo mantinha em cerca de 6.500 o total de pessoas feridas.

Primeiro-ministro Hassan Diab porto de Beirute política explosões mortes acidente líbano negligência
Ver comentários