Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
2

Bill e Melinda Gates mantêm-se juntos como copresidentes na Fundação Gates

Ex-casal anunciou em maio o seu divórcio, ao fim de 27 anos de casamento.
Lusa 8 de Julho de 2021 às 00:11
Melinda e Bill Gastes estiveram juntos 27 anos
Melinda e Bill Gastes estiveram juntos 27 anos FOTO: REUTERS
O cofundador da Microsoft, Bill Gates, e a sua ex-mulher, Melinda Gates, vão continuar a trabalhar juntos como copresidentes e curadores da Fundação Gates, anunciou o diretor executivo da organização sem fins lucrativos.

Em entrevista à agência AP, o diretor executivo Mark Suzman disse que o anúncio foi feito para que o casal, em processo de divórcio, pudesse ser "transparente num acordo que fez entre si".

"Isto faz parte de um acordo privado entre os dois, como parte de um entendimento de divórcio mais amplo. Ambos me garantiram [...] que as suas intenções e compromissos incluem serem copresidentes e curadores da fundação a longo prazo. E é exatamente isso que estamos a planear", adiantou o diretor executivo da entidade.

No entanto, se após dois anos Bill e Melinda decidirem não continuar nas suas funções conjuntas, a ex-mulher renunciará aos cargos de copresidente e curadora.

Se Melinda Gates se demitir, o cofundador da Microsoft irá comprar a sua parte da fundação, uma das maiores organizações de caridade privadas do mundo, recebendo recursos para fazer o seu próprio trabalho filantrópico.

Os recursos seriam separados do fundo patrimonial da Fundação Gates.

Mark Suzman também anunciou esta quarta-feira que a fundação irá expandir o seu conselho de curadores, embora número não tenha sido determinado.

Atualmente, apenas o ex-casal está no conselho de curadores, depois do diretor executivo da Berkshire Hathaway, Warren Buffett, ter renunciado ao cargo em junho.

"Achamos que mesmo que eles [Bill e Melinda] trabalhem de forma eficaz e continuem a trabalhar juntos, não será uma governação ideal. [...] Este é o momento certo para expandir o número de curadores e trazer algumas vozes externas independentes e importantes, que podem ajudar a orientar e fortalecer a fundação a longo prazo", acrescentou Mark Suzman.

Bill e Melinda Gates anunciaram em maio o seu divórcio, ao fim de 27 anos de casamento.

"Depois de uma consideração cuidadosa e muito trabalho no nosso relacionamento, tomamos a decisão de terminar o nosso casamento", anunciou então o casal, separadamente, através de publicações na rede social Twitter.

O casal Gates, que tem três filhos e mora no Estado de Washington, nos Estados Unidos, anunciou que iria continuar a trabalhar conjuntamente na Fundação Bill e Melinda Gates, que luta contra a pobreza e as doenças.

O cofundador da Microsoft, Bill Gates tem uma fortuna avaliada em 125,6 mil milhões de dólares (105 mil milhões de euros) pela revista Forbes.

Ao longo dos últimos anos, o bilionário tem vindo a dedicar-se cada vez mais à Fundação Gates, envolvida em projetos apoio ao desenvolvimento internacional.

Mark Suzman Bill Gates Melinda Gates Fundação Gates questões sociais filantropia
Ver comentários