Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
3

Bolsonaro ironiza com possível acusação de homicídio na gestão da pandemia de Covid-19

Senador Renan Calheiros afirmou que deverá acusar o presidente brasileiro de 11 crimes cometidos na condução da crise sanitária no país.
Lusa 16 de Outubro de 2021 às 07:29
Bolsonaro
Bolsonaro FOTO: UESLEI MARCELINO/Reuters
O Presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, ironizou na sexta-feira com uma possível acusação de homicídio feita contra si pela Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investiga alegadas falhas e omissões do executivo na gestão da pandemia.

As declarações de Bolsonaro surgem algumas horas após o relator da CPI, senador Renan Calheiros, ter afirmado que deverá acusar Bolsonaro de 11 crimes cometidos na condução da crise sanitária no país.

"Sabiam que eu fui indiciado hoje [sexta-feira] por homicídio? Alguém está sabendo aí? A CPI me indiciou por homicídio. O Renan Calheiros me indiciou por homicídio. Onze crimes", disse Bolsonaro, entre risos, em conversa com apoiantes no Palácio da Alvorada, a sua residência oficial em Brasília.

Mais informação sobre a pandemia no site dedicado ao coronavírus - Mapa da situação em Portugal e no Mundo. - Saiba como colocar e retirar máscara e luvas - Aprenda a fazer a sua máscara em casa - Cuidados a ter quando recebe uma encomenda em casa. - Dúvidas sobre coronavírus respondidas por um médico Em caso de ter sintomas, ligue 808 24 24 24
Ver comentários