Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
4

Brasil: 621 mulheres vencem eleições municipais

A votação "histórica" de Eduardo Paes no Rio de Janeiro, a disputa acirrada em São Paulo e o aumento das mulheres no comando das prefeituras são os destaques da imprensa brasileira hoje sobre as eleições municipais no Brasil.
8 de Outubro de 2012 às 12:45
2,09 milhões de cariocas (64,6 por cento do total de votos válidos) deram ontem [domingo] ao prefeito Eduardo Paes [Partido do Movimento Democrático Brasileiro] mais quatro anos de governo
2,09 milhões de cariocas (64,6 por cento do total de votos válidos) deram ontem [domingo] ao prefeito Eduardo Paes [Partido do Movimento Democrático Brasileiro] mais quatro anos de governo FOTO: D.R.

A primeira volta das eleições para prefeitos e vereadores dos municípios brasileiros decorreu no domingo.

O jornal O Globo destaca na sua primeira página a reeleição do prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, considerando a sua votação "histórica".

"Com uma votação histórica, a maior já registada no Rio de Janeiro, 2,09 milhões de cariocas (64,6 por cento do total de votos válidos) deram ontem [domingo] ao prefeito Eduardo Paes [Partido do Movimento Democrático Brasileiro] mais quatro anos de governo" referiu o jornal carioca.

De acordo com o jornal carioca, "este é o tempo que Paes terá para fazer os Jogos Olímpicos [em 2016, no Rio de Janeiro] e, ao mesmo tempo, sanar os problemas crónicos da cidade, entre os quais a saúde, ponto fraco de sua primeira gestão".

O Globo também dá destaque à disputa acirrada dos candidatos José Serra [Partido da Social Democracia Brasileira] e Fernando Hadad [Partido dos Trabalhadores, da Presidente Dilma Rousseff], que concorrerão numa segunda volta à prefeitura de São Paulo.

São Paulo é a cidade com o maior colégio eleitoral do Brasil, com 8,62 milhões de votantes.

O jornal O Estado de São Paulo observou que "a disputa foi uma das mais apertadas da história da cidade e seguia indefinida a um dia das eleições", com Serra [que obteve 30,75 por cento dos votos válidos], Hadad [28,98 por cento] e Celso Russomano [do Partido Republicano Brasileiro, com 21,60 por cento] muito próximos nas intenções de voto dos eleitores.

O mensalão -- os pagamentos realizados por membros do Governo durante a gestão do Presidente Lula da Silva a deputados de outros partidos para a aprovação de leis (que gerou o julgamento e a condenação de vários envolvidos) - será utilizado por José Serra na sua campanha contra Hadad, que é membro do partido do Governo, segundo O Estado de São Paulo.

O jornal Folha de São Paulo além de destacar na sua primeira página a disputa Serra/Hadad em São Paulo e a vitória recorde de Paes no Rio de Janeiro, divulgou ainda que o "número de prefeitas eleitas é recorde no Brasil".

A Folha divulgou que o balanço das eleições nas cidades que já elegeram os seus novos prefeitos mostra que em 621 delas mulheres vão comandar as respetivas prefeituras, representando 11,37 por cento dos 5.463 prefeitos já eleitos no Brasil, um recorde histórico.

Segundo o sítio de notícias G1, 17 capitais de estado terão uma segunda volta das eleições municipais para a escolha do seu prefeito, segundo dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Nove capitais já elegeram os seus prefeitos no primeiro turno das eleições: Rio de Janeiro, Recife, Porto Alegre, Goiânia, Maceió, Aracaju, Belo Horizonte, Palmas e Boa Vista.

A Folha de São Paulo referiu ainda que a presidente do TSE, ministra Cármen Lúcia, considerou as eleições municipais transcorreram dentro da normalidade.

Cerca de 22 milhões de eleitores abstiveram-se, o que representa 16 por cento do eleitorado, o mesmo índice, segundo a ministra, das eleições de 2010.

A segunda volta das eleições municipais vai realizar-se a 28 de Outubro.

 

Eleições Brasil Mulher
Ver comentários