Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
2

Canadá interdita entrada a dez mil responsáveis do regime iraniano

Irão regista protesto com mulheres iranianas na linha da frente, após morte de jovem pela "polícia da moralidade".
Lusa 7 de Outubro de 2022 às 23:26
Bandeira Canadá
Bandeira Canadá FOTO: Reuters
O Canadá anunciou esta sexta-feira novas sanções contra o regime "assassino" do Irão e baniu "para sempre" dez mil autoridades, incluindo membros da Guarda Revolucionária, em reação à morte da jovem Mahsa Amini e pela repressão dos protestos.

"Esta é uma medida que só foi usada nas circunstâncias mais graves, contra regimes que praticam crimes de guerra ou genocídio, como a Bósnia ou Ruanda", realçou o primeiro-ministro canadiano, Justin Trudeau.

O Irão regista atualmente um movimento de protesto, com mulheres iranianas na linha da frente, após a morte de Mahsa Amini, a jovem que morreu sob custódia policial após ser detida pela chamada polícia da moralidade iraniana.

Canadá Irão Guarda Revolucionária Mahsa Amini crime lei e justiça política
Ver comentários