Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo

Cantor norte-americano R. Kelly considerado culpado dos crimes de tráfico sexual e abuso de menores

Sentença final vai ser apenas conhecida no dia 4 de maio do próximo ano.
Correio da Manhã 27 de Setembro de 2021 às 21:32
A carregar o vídeo ...
Cantor norte-americano R. Kelly considerado culpado dos crimes de tráfico sexual e abuso de menores

O cantor R. Kelly, de 54 anos, foi considerado esta segunda-feira culpado por todos os crimes dos quais estava a acusado, que incluem abuso e tráfico sexual de menores.

Após dois dias de deliberação, o juri considerou R. Kelly culpado pela prática de crime organizado, coerção e transporte de mulheres e raparigas menores para envolvimento em atividades sexuais ilegais, nos EUA, durante 20 anos. Foi acusado de violar a lei Mann, uma lei que proíbe o tráfico sexual interestadual.

As sessões do julgamento decorreram durante seis semanas, no Tribunal de Brooklyn, em Nova Iorque, nos EUA. Foram ouvidas 45 testemunhas, seis alegaram ser menores quando foram abusadas por R. Kelly.

O artista norte-americano foi ainda acusado de usar a fama para atrair as vítimas, prometendo ajudar na construção das suas carreiras musicais.

Apesar de ter sido considerado culpado, a sentença final vai ser apenas conhecida no dia 4 de maio do próximo ano, avançou a BBC. O cantor corre o risco de enfrentar uma pena de décadas.

Em 12 de julho de 2019, o cantor norte-americano foi detido em Chicago na sequência de 13 acusações, depois de ter sido acusado de abuso de menores no início daquele ano.

"As acusações incluem pornografia infantil, sedução de uma menor e obstrução à justiça", dizia o porta-voz do Ministério Público, Joseph Fitzpatrick, na ocasião.

As acusações foram proferidas num tribunal federal do distrito norte de Illinois.

Foi a segunda vez nesse ano que o cantor norte-americano foi detido sob acusações de crimes sexuais. Em fevereiro, foi formalmente acusado de 10 crimes de abuso sexual agravado envolvendo quatro vítimas, três das quais menores à data dos acontecimentos.

À época, R. Kelly declarou-se inocente e foi libertado sob fiança.

R. Kelly crime lei e justiça julgamentos crime crimes sexuais
Ver comentários