Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
5

Cientistas detetam pela primeira vez luz do outro lado de buraco negro

Fenómeno foi registado num super buraco negro numa galáxia a cerca de 800 milhões de anos-luz de distância.
Correio da Manhã 28 de Julho de 2021 às 17:11
Primeira imagem revelada de um buraco negro
Primeira imagem revelada de um buraco negro FOTO: Twitter

Os cientistas captaram pela primeira vez luz do outro lado de um buraco negro.

De acordo com o jornal The Independent, o novo estudo recorreu a um efeito de luz ao redor de um buraco negro, de forma a que fosse vista do outro lado.

O fenómeno foi registado num super buraco negro numa galáxia a cerca de 800 milhões de anos-luz de distância.

Esta é uma região do espaço que absorve tudo ao seu redor, incluindo a luz, o que torna a descoberta ainda mais estranha.

No entanto, ao analisarem os raios-X lançados por esse buraco negro, os cientistas detetaram um padrão estranho: os raio X apareciam refletidos no outro lado do buraco negro.

"Qualquer luz que entra naquele buraco negro não sai, logo não devemos ser capazes de ver nada que esteja por trás do buraco negro", afirmou o astrofísico Dan Wilkins, da Universidade de Stanford, em comunicado.

O cientista tem, no entanto, uma explicação para este fenómeno: "Aquele buraco negro está a distorcer o espaço, a dobrar a luz e a girar os campos magnéticos em torno de si mesmo", explicou.

A investigação, intitulada "Light bending and X-ray echoes from behind a supermassive black hole", foi publicada na revista Nature.

ciência e tecnologia questões sociais espaço cientistas
Ver comentários