Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
1

Coligação árabe diz ter matado mais de 400 rebeldes Huthis no Iémen

Porta-voz da coligação, Turki al-Malikiter, diz ter travado o avanço dos rebeldes sobre a cidade estratégica.
Lusa 10 de Outubro de 2021 às 22:55
Iémen
Iémen FOTO: Getty Images
A coligação militar dos países árabes que intervêm no Iémen, liderada pela Arábia Saudita, anunciou este domingo ter matado mais de 400 Huthis nos últimos quatro dias em Marib, garantindo ter travado o avanço dos rebeldes sobre a cidade estratégica.

O porta-voz da coligação, Turki al-Maliki, disse numa declaração, citado pela agência Efe, que os ataques aéreos causaram "a destruição de 15 veículos militares da milícia [Houthi] e a perda de mais de 400 elementos terroristas durante as últimas 96 horas" no distrito de Al Abdiyah, no sul da cidade de Marib, no norte do país.

Al-Maliki disse que estas operações decorrem desde há 18 dias e conseguiram travar o avanço do movimento xiita apoiado pelo Irão no distrito, que tinha sido recentemente apreendido pelos Huthis.

Huthis Iémen Arábia Saudita Marib Turki al-Maliki distúrbios guerras e conflitos política conflitos (geral)
Ver comentários