Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
8

Comprimido da Pfizer contra a Covid-19 poderá ficar disponível "no início de 2022"

Farmacêutica acredita que antiviral é capaz de reduzir as hospitalizações e mortes causadas pelo vírus em doentes de risco.
Correio da Manhã 9 de Novembro de 2021 às 10:49
Comprimido Covid-19
Comprimido Covid-19 FOTO: Reuters

A farmacêutica Pfizer anunciou esta terça-feira que o comprimido que desenvolveu contra a Covid-19 pode estar disponível "no início de 2022", caso seja autorizado pelo regulador de medicamentos americano. 

A Pfizer pediu no passado dia 5 de novembro que o regulador de medicamentos americano (Food and Drug Administration) autorizasse a utilização do antiviral "o mais rápido possível", mas até ao momento tal ainda não aconteceu. 

Os testes clínicos do comprimido mostravam que este é capaz de reduzir as hospitalizações e mortes causadas pelo vírus até 89% entre os pacientes de alto risco. 

Se o medicamento for autorizado, será o segundo antiviral em uso nos EUA, que pode ser usado em casa por pessoas recém-infetadas de modo a impedir doenças graves.

Covid-19 Pfizer saúde tratamentos vírus 2022
Ver comentários