Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
6

Consumo moderado de álcool reduz o stress, revelam especialistas

Atividade cerebral relacionada ao stress é superior nos cérebros daqueles que se abstém de consumir álcool e ainda maior nos cérebros dos consumidores excessivos.
Correio da Manhã 26 de Maio de 2021 às 17:32
Álcool
Álcool FOTO: CMTV
O consumo moderado de bebidas alcoólicas é indicado como um fator positivo para o sistema cardiovascular do ser humano. Um novo estudo apresentado na 70ª Sessão Cientifica Anual do "American College of Cardiology" (realizada entre 15 e 17 de maio) mostrou os benefícios da ingestão de bebidas alcoólicas para o coração, por meio da redução do stress.

Dividindo os 53 mil participantes (com média de idade de 57,2 anos) por grupo baixo, moderado e alto consumo de álcool, a equipa de cientistas responsável determinou códigos de diagnóstico para analisar eventos cardiovasculares, como ataques cardíacos e derrames. Examinando a atividade cerebral em diferentes regiões do cérebro associadas ao stress, os cientistas descobriram que as pessoas que relatavam o consumo moderado de álcool tinham 20% menos chance de ter um ataque cardiovascular do que aqueles com baixos níveis de ingestão.

Para além disso, foi revelado que a atividade relacionada ao stress era superior nos cérebros daqueles que se abstinham de consumir esse tipo de bebidas e ainda maior nos cérebros dos consumidores excessivos.

Conforme explica o autor principal do estudo, o pesquisador de cardiologia nuclear do Massachusetts General Hospital, Kenechukwu Mezue, as quantidades moderadas de álcool podem ajudar no relaxamento e na redução do stress, o que, por sua vez, pode reduzir a ocorrência de doenças cardiovasculares.

Contudo, os especialistas recomendam cautela na ingestão de álcool e alertam para que não seja usado como remédio na redução de distúrbios mentais. 

"O estudo não pretende incentivar o consumo de álcool em excesso! Até o uso moderado pode aumentar o risco de cancro e dependência", referiu Mezue.

Para isso, o especialista deixa conselhos, como a prática de exercício físico moderado ou o yoga para a prevensão de doenças.
Ver comentários