Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
6

Coronavírus detetado pela primeira vez em gengivas de vítimas mortais no Brasil

Descoberta é resultado de um estudo realizado pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo.
Lusa 25 de Março de 2021 às 23:22
Gengivas
Gengivas FOTO: Getty Images
Um grupo de cientistas brasileiros detetou, pela primeira vez, a presença do novo coronavírus nas gengivas de alguns pacientes que morreram em decorrência da Covid-19, informaram na quinta-feira fontes académicas.

A descoberta é resultado de um estudo realizado pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP) e foi publicada na revista 'Journal of Oral Microbiology'.

"A presença do SARS-CoV-2 no tecido periodontal pode ser um dos fatores que contribuem para a presença desse vírus na saliva de pacientes infetados", indicou Bruno Matuck, um dos autores da investigação, apoiada pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp).

Brasil Covid-19 ciência e tecnologia Investigação científica coronavírus covid
Ver comentários