Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
7

Democratas avançam com ‘impeachment’ de Donald Trump

Câmara dos Representantes pode votar já esta terça-feira o afastamento do presidente por incitamento à insurreição.
Ricardo Ramos 12 de Janeiro de 2021 às 08:32
Julgamento no Senado pode só ocorrer depois de Trump deixar o cargo
Guarda Nacional a postos
Julgamento no Senado pode só ocorrer depois de Trump deixar o cargo
Guarda Nacional a postos
Julgamento no Senado pode só ocorrer depois de Trump deixar o cargo
Guarda Nacional a postos
A oposição democrata dos EUA formalizou esta segunda-feira a abertura de um novo processo de destituição contra o presidente Donald Trump pelo crime de “incitamento à insurreição” no ataque ao Capitólio, na quarta-feira passada. Se o ‘impeachment’ for aprovado, Donald Trump entra para a História como o único presidente dos EUA que foi destituído duas vezes pela Câmara dos Representantes.

“Temos de agir com urgência para proteger a nossa Constituição e a democracia, porque este presidente constitui uma ameaça iminente para ambas”, afirmou a líder da maioria democrata na Câmara dos Representantes, Nancy Pelosi, ao formalizar o novo pedido de destituição de Trump. A Câmara dos Representantes vai debater e aprovar esta terça-feira uma resolução com um ultimato de 24 horas para o vice-presidente, Mike Pence, invocar a 25ª Emenda da Constituição para afastar o presidente por incapacidade. Caso Pence recuse, os democratas prometem votar o ‘impeachment’ de Trump já amanhã.

Se a destituição for aprovada, o processo passa para o Senado, onde só deverá chegar no dia 19, o último dia de Trump no cargo. Mesmo assim, os democratas mantêm a intenção de levar o processo até ao fim, uma vez que, se Trump for condenado pelo Senado, não poderá voltar a candidatar-se à Casa Branca em 2024. 

pormenores
Boicote a republicanos
Várias empresas americanas anunciaram que vão deixar de fazer contribuições para as campanhas dos cerca de 150 congressistas republicanos que votaram a favor de anular a certificação da vitória de Biden. Já a PGA retirou o campo de golfe de Trump em Bedminster, Nova Jérsia, do circuito nacional.

Melania quebra silêncio
A primeira-dama dos EUA quebrou o silêncio para lembrar as vítimas do assalto ao Capitólio e para se queixar de que foi alvo de “rumores e falsidades” por participar em sessão de fotos.

Julgamento pode só ocorrer em abril
O congressista democrata Jim Clyburn sugeriu que o ‘impeachment’ de Trump poderá ser enviado ao Senado só depois dos primeiros 100 dias da nova Administração Biden, - ou seja, no final de abril - para não entravar a aprovação dos membros do governo e o combate à pandemia.

FBI alerta para mais violência

O FBI alertou esta segunda-feira que apoiantes de Trump estão a planear protestos armados em Washington e nas capitais de todos os estados para o dia da tomada de posse de Joe Biden, a 20 de janeiro, ou ainda antes. A presidente da câmara de Washington já mandou fechar todos os monumentos e ordenou um reforço da segurança, enquanto a Guarda Nacional anunciou a mobilização de 15 mil militares para ajudar a manter a ordem na capital.



Senado Donald Trump EUA Capitólio Câmara dos Representantes Mike Pence Washington Joe Biden
Ver comentários