Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
5

Jornalista que denunciou surto do novo coronavírus em Wuhan continua desaparecido

Ativista desapareceu sem deixar rasto à semelhança de outros denunciantes no início da pandemia. Autoridades chineses suspeitas de estarem por detrás dos desaparecimentos.
Correio da Manhã 5 de Maio de 2021 às 12:14
Jornalista Chen Qiush
Chen Qiushi
Jornalista Chen Qiush
Chen Qiushi
Jornalista Chen Qiush
Chen Qiushi
O jornalista Chen Qiushi, responsável por expor a gravidade do novo coronavírus na China através de reportagens, está desaparecido há mais de um ano e os amigos temem que ele nunca mais volte a reaparecer. 

Chen chegou a Wuhan a 24 de janeiro de 2020, um dia após a cidade ter sido sujeita a um bloqueio imposto pelo Estado, destinado a impedir que os cidadãos saíssem para conter a propagação do vírus. O  jornalista visitou hospitais e alas improvisadas de isolamento e colocou online os vídeos da realidade vivida na China. Foi ele que relatou o "caos ambiental que reinou nos hospitais de Wuhan", através de seu blog.

Os amigos de Chen afirmam que contactavam com ele várias vezes por dia e temem que as autoridades chinesas estejam por detrás do desaparecimento. Ao que se sabe, Chen foi forçado a uma quarentena, alegadamente vigiada pelas autoridades, e nunca mais reapareceu. 

Os amigos querem respostas depois de vários denunciantes terem desaparecido no ínicio da pandemia para encobrir o surto que acabou por se propagar mundialmente.
China Wuhan Chen Qiushi questões sociais desaparecidos
Ver comentários