Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
5

Detetado em Espanha primeiro caso de infeção da variante Ómicron da Covid-19

Um viajante proveniente da África do Sul foi infetado com o novo coronavírus, encontrando-se bem.
Lusa 29 de Novembro de 2021 às 17:23
Vacina Covid
Vacina Covid FOTO: Getty
O Hospital Gregorio Maranón de Madrid detetou esta segunda-feira num viajante da África do Sul o primeiro caso em Espanha de coronavírus com a variante Ómicron, revelou a instituição hospitalar.

De acordo com a informação publicada na rede social Twitter pelo serviço de microbiologia do hospital, o viajante proveniente da África do Sul foi infetado com o novo coronavírus, encontrando-se bem.

"Foi hoje confirmado pela sequenciação. Conseguimos realizar um procedimento ultrarrápido que nos permite ter o resultado no mesmo dia. O doente está a passar bem", assegura o hospital.

Segundo a Comunidade de Madrid, o viajante da África do Sul, com 51 anos de idade, regressou em 28 de novembro com sintomas ligeiros.

Um total de 33 casos da variante Ómicron do SARS-CoV-2, considerada de preocupação, tinham sido até ao início da tarde detetados na União Europeia e Espaço Económico Europeu (UE/EEE), segundo dados hoje divulgados pelo Centro Europeu de Prevenção e Controlo das Doenças (ECDC), ainda sem o caso detetado em Espanha.

Numa atualização epidemiológica publicada ao início da tarde, que tem por base dados facultados ao ECDC pelos Estados-membros da UE/EEE até às 12:30 (hora de Bruxelas, menos uma em Portugal), um total de "33 casos confirmados da variante de preocupação Ómicron foram comunicados por oito países".

Além de Portugal, a nova variante do coronavírus SARS-CoV-2, que provoca a doença covid-19, foi detetada na Áustria, Bélgica, República Checa, Dinamarca, Alemanha, Itália e Holanda, adianta o ECDC, que cita "informações de fontes públicas", como autoridades de saúde.

O centro europeu explica que "todos os casos confirmados têm um historial de viagens para países africanos, tendo alguns efetuado voos de ligação para outros destinos entre África e a Europa".

A covid-19 provocou pelo menos 5.197.718 mortos mortes em todo o mundo, entre mais de 260,81 milhões infeções pelo novo coronavírus registadas desde o início da pandemia, segundo o mais recente balanço da agência France-Presse.

Em Portugal, desde março de 2020, morreram 18.430 pessoas e foram contabilizados 1.144.342 casos de infeção, segundo dados da Direção-Geral da Saúde.

A doença é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China.

Uma nova variante, a Ómicron, foi recentemente detetada na África do Sul e, segundo a Organização Mundial da Saúde, o "elevado número de mutações" pode implicar uma maior infecciosidade.

Ómicron Covid-19 Espanha Hospital Gregorio Maranón de Madrid África do Sul Ómicron
Ver comentários