Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
9

Detido em Manchester jovem suspeito de participar no atentado terrorista durante concerto de Ariana Grande em 2017

Extremista islâmico fez-se explodir no recinto, matando 22 pessoas e fazendo centenas de feridos.
Pedro Zagacho Gonçalves(pedrogoncalves@cmjornal.pt) 22 de Outubro de 2021 às 18:26
Instalou-se o caos depois do atentado em Manchester Arena
Instalou-se o caos depois do atentado em Manchester Arena FOTO: Getty images
Um jovem de 24 anos foi detido no aeroporto de Manchester, no Reino Unido, por suspeitas de ter estado envolvido na preparação do atentado naquela cidade inglesa, ocorrido em 2017, num concerto da cantora Ariana Grande. O ataque, em que um bombista se fez explodir dentro da Manchester Arena, matou 22 pessoas, muitas das quais crianças e jovens. Mais 1027 pessoas ficaram feridas.

De acordo com a polícia inglesa, o jovem, natural de Fairfield, vai ficar sob custódia policial para se sujeito a inquérito.

"Passaram mais de quatro anos desde que esta atrocidade teve lugar, mas nos mantemos incólume a nossa dedicação em seguir cada linha de investigação possível, para que possamos garantir a todos os afetados as respostas que merecem por direito", adianta Simon Barraclough, investigador responsável pelo caso.

Salam Abedi, um extremista islâmico, infiltrou-se no concerto da artista norte-americana, a 22 de maio de 2017, fazendo-se explodir no interior. O irmão mais novo do terrorista, Hashem Abedi, foi condenado em agosto de 2020 a pelo menos  55 anos de prisão por ter participado na organização do atentado. 

(Em atualização)
Manchester Ariana Grande Reino Unido Arena distúrbios guerras e conflitos terrorismo
Ver comentários