Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
2

Detido homem que invadia câmaras de vigilância domésticas para gravar crianças nuas

Suspeito está em prisão preventiva e é acusado de pedofilia.
Correio da Manhã 20 de Junho de 2021 às 12:23
Computador
Computador FOTO: Getty Images
Um homem foi detido por suspeitas de pedofilia, em Benidorm, Espanha, depois de invadir câmaras de videovigilância domésticas de mais de 70 famílias de todo o mundo para gravar mais de mil vídeos de crianças nuas. 

O suspeito assediou sexualmente 11 menores que acederam a vídeos do homem a despir-se. Segundo o jornal El País, o homem frequentava sites ocultos na Internet e tinha organizado um sistema de venda de pornografia infantil em troca de bitcoins (dinheiro digital).

As autoridades conseguiram identificar o homem através dos comentários que publicava em sites da 'deep web' e que a polícia teve acesso. O homem fazia passar-se por diferentes pessoas, utilizando nomes de usuário aleatórios para atrair as crianças a enviar-lhes vídeos.

Na sequência de uma busca domiciliária, foi comprovada a autoria dos factos investigados. O homem guardava anotações manuscritas ocultas com os seus diferentes nomes utilizados online e técnicas para atrair as vítimas. Na mesma investigação, as autoridades encontraram imagens de abuso sexual e vestígios da utilização de criptomoeda em transferências de dinheiro para a Roménia com pessoas envolvidas em prostituição de menores. 

O homem está em prisão preventiva.
Benidorm Espanha crime lei e justiça questões sociais artes cultura e entretenimento Internet pornografia
Ver comentários