Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
3

Pelo menos 15 mortos e 21 feridos em tiroteio numa escola na Rússia. Atirador suicidou-se após o ataque

Entre os mortos estão 11 crianças, dois professores e os dois seguranças.
Correio da Manhã 26 de Setembro de 2022 às 09:03
Escola Rússia
Escola Rússia

Um homem entrou a disparar esta segunda-feira na escola número 88 na rua Pushkinskaya, Izhevsk, Rússia. 15 pessoas morreram e vinte ficaram feridas, de acordo com informações avançadas pela RIA Novosti. O atirador suicidou-se.

Segundo relatórios preliminares, citados pelo Enews112, um homem não identificado com uma camisola preta com símbolos nazis terá atirado a matar em dois seguranças do estabelecimento, entrou na escola e começou a disparar contra as crianças. 

Após cometer suicídio, as autoridades concluiram que entre os mortos estão 11 crianças, dois professores e os dois seguranças. Entre os 21 feridos estão 14 crianças.

A diretora da escola conseguiu esconder-se com um adolescente ferido numa sala de aula e trancou-se lá dentro.

Num comunicado na aplicação de mensagens Telegram, o governador Alexander Brechalov da região da Udmúrtia, da qual Izhevsk é a capital, disse que chegou à escola e que os serviços de segurança e a equipas de socorro estavam no local.

A polícia teve de retirar os estudantes e professores durante o tiroteio.

A notícia segue-se à informação de que um comandante russo em Ust-Ilimsk, Rússia, foi baleado num centro de recrutamento militar esta segunda-feira.

rua Pushkinskaya Rússia Izhevsk acidentes e desastres
Ver comentários