Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
3

Dono despreza cão e deixa-o comer a própria perna

Peter Neville Tellet não procurou tratamento veterinário para o animal.
30 de Novembro de 2017 às 14:01
Dono despreza cão e deixa-o mastigar a própria perna
Dono despreza cão e deixa-o mastigar a própria perna
Dono despreza cão e deixa-o mastigar a própria perna
Dono despreza cão e deixa-o mastigar a própria perna
Dono despreza cão e deixa-o mastigar a própria perna
Dono despreza cão e deixa-o mastigar a própria perna
Peter Neville Tellet, de 58 anos, descrito como "amante de cachorros durante toda a vida", viu o seu cão mastigar a própria perna e pata. O homem ignorou a doença do animal e não o levou ao veterinário.

O animal foi encontrado por membros do RSPCA, uma associação de apoio a animais, numa visita à casa de Peter. O cão Jack russell terrier tinha ferimentos graves contraídos pela infeção que sofreu e fez exames clínicos que ditaram a amputação da perna.

O homem natural de Deeside, Reino Unido, admitiu em tribunal ter causado um sofrimento desnecessário ao cão, mas pensou que o terrier não estava com dor porque "não uivava nem chorava".

A audiência em tribunal proibiu o homem de possuir qualquer cão durante 10 anos, ficou com termo de identidade e residência com horário e ainda teve de pagar uma quantia de 341 euros e uma sobretaxa de 97 euros.
Deeside Peter Neville Tellet Reino Unido Jack questões sociais crime lei e justiça
Ver comentários