Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
3

Doze estrangeiros decapitados na vila de Palma em Moçambique

Corpos encontrados junto ao Hotel Amarula, onde se refugiaram muitos estrangeiros.
Ricardo Ramos 9 de Abril de 2021 às 11:34
Doze estrangeiros decapitados em Palma
Doze estrangeiros decapitados em Palma FOTO: Direitos Reservados
Os corpos de doze pessoas, provavelmente trabalhadores estrangeiros, foram encontrados decapitados na vila de Palma, no norte de Moçambique, que há duas semanas foi atacada por jihadistas, revelou esta quinta-feira o comandante da polícia local.

Pedro da Silva acompanhou quinta-feira um pequeno grupo de jornalistas moçambicanos e estrangeiros autorizados a visitar a vila, retomada no domingo aos jihadistas pelas Forças de Segurança e Defesa de Moçambique, e apontou o local onde os corpos foram encontrados, debaixo de uma árvore, a poucos metros do Hotel Amarula, adiantando que acredita que se trata de trabalhadores estrangeiros porque são brancos.

“Foram amarrados e decapitados aqui”, afirmou o responsável, adiantando que os cadáveres foram encontrados com as mãos amarradas atrás das costas e enterrados numa vala comum a curta distância.

Terão agora de ser exumados para confirmar as nacionalidades, mas presume-se que serão estrangeiros que seguiam numa caravana automóvel que foi emboscada quando tentava escapar do hotel, cercado pelos terroristas.

O Amarula, onde se refugiaram cerca de 200 pessoas após o ataque, foi completamente saqueado e vandalizado pelos jihadistas.
Palma Moçambique crime lei e justiça distúrbios guerras e conflitos política terrorismo
Ver comentários