Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
8

Duas mulheres transgénero conquistam assento parlamentar na Alemanha

Tessa Ganserer e Nyke Slawik são do Partido Verde Alemão.
27 de Setembro de 2021 às 19:10
Tessa Ganserer
Tessa Ganserer FOTO: Reuters

Duas políticas alemãs fizeram história ao se tornarem as primeiras mulheres transgénero a conquistar assento parlamentar na Alemanha. Aconteceu nas eleições legislativas de domingo. São Tessa Ganserer e Nyke Slawik candidatas do Partido Verde Alemão, que ficou em terceiro lugar na eleição.

"É uma vitória histórica para os verdes, mas também para o movimento emancipatório e para toda a comunidade LGBT", disse Ganserer, de 44 anos, à Reuters, acrescentando que os resultados são um símbolo de uma sociedade aberta e tolerante. Slawik, de 27 anos, disse que os resultados foram "inacreditáveis".

Ganserer, que tem dois filhos, quer mudanças legislativas para permitir que mães lésbicas adotem crianças. Slawik pediu um plano de ação nacional contra a homofobia e a transfobia, uma lei de autodeterminação e melhorias na lei federal antidiscriminação.

A homossexualidade foi descriminalizada na Alemanha em 1969 e o casamento entre pessoas do mesmo sexo legalizado em 2017. Mas os crimes de ódio contra pessoas LGBT aumentaram 36% no ano passado, segundo dados da polícia que destacam uma tendência crescente de homofobia em partes da sociedade alemã.

 

Ganserer Alemanha Partido Verde Alemão LGBT questões sociais
Ver comentários