Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
3

"É um crime contra a Humanidade": Putin critica Ocidente por 'ensinar' mudança de género às crianças

Presidente russo criticou a cultura liberal ocidental e os direitos da comunidade LGBT.
Correio da Manhã 22 de Outubro de 2021 às 13:46
Presidente da Rússia, Vladimir Putin
Presidente da Rússia, Vladimir Putin FOTO: ALEXEI DRUZHININ/Sputnik/EPA
O presidente da Rússia, Vladimir Putin, criticou esta quinta-feira a "cultura de cancelamento" e os direitos da comunidade LGBT no fórum de debates, Valai Discussion Club, na Rússia. É "um crime contra a Humanidade" permitir que as crianças aprendam sobre mudança de género, disse.

Na reunião anual de debates na cidade russa de Sochi, Putin afirmou que o País deve aderir a "valores espirituais e tradições" próprios, sem se subjugar aos "distúrbios socioculturais" do Ocidente. Sugeriu também que os defensores dos direitos transgéneros estão a erradicar "coisas básicas como mãe, pai, família ou diferenças de género".

"É um direito deles, mas pedimos-lhes que fiquem longe da nossa casa. Temos pontos de vista distintos", disse Putin em críticas contra o liberalismo ocidental, citadas pelo jornal The Washington Post.

"A exclusão agressiva de páginas da própria história, a discriminação da maioria em detrimento das minorias... são movimentos em direção à renovação social", adiantou o presidente russo.

A deputada russa, Tatiana Stanovaya, revelou na rede social Telegram que os comentários de Putin no fórum têm como objetivo unir "conservadores radicais e partidários dos valores tradicionais" em torno da figura do presidente.

O porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, considera que as opiniões proferidas por Putin não devem afetar a relação da Rússia com o resto do Ocidente. "A Rússia foi, e sempre será, parte da Europa", adiantou.

A hostilidade contra a comunidade LGBT na Rússia tem sido crescente, sendo comuns os relatos de detenções e torturas contra homosexuais. Em 2013, Putin assinou uma lei anti-"propaganda gay", o que dificultou o acesso às crianças sobre o assunto, segundo a organização Human Rights Watch.

Vladimir Putin LGBT Valai Discussion Club Ocidente Rússia política minorias direitos humanos
Ver comentários