Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
5

Ecologista ferida pela Armada espanhola em confrontos

Ativista da Greenpeac ficou ferida durante protestos por causa de projeto petrolífero.
15 de Novembro de 2014 às 20:04
Marinha espanhola durante o salvamento da ativista que caiu à água e ficou gravemente ferida
Marinha espanhola durante o salvamento da ativista que caiu à água e ficou gravemente ferida FOTO: EPA

Uma ativista da Greenpeace ficou ferida este sábado em confrontos com a Armada espanhola durante protestos contra um projeto petrolífero na região das Ilhas Canárias, que os ambientalistas consideram uma ameaça ao turismo e meio ambiente do arquipélago.

As autoridades espanholas e o grupo ambiental afirmaram que uma mulher italiana de 23 anos, que se fazia transportar numa das embarcações da organização, ficou ferida numa perna depois de ter caído ao mar durante os confrontos ocorridos de madrugada com uma equipa da marinha de guerra espanhola, que partiu a hélice de um dos barcos da GreenPeace.

O Ministério da Defesa da Espanha referiu que a Marinha reagiu a uma alegada intenção dos ativistas de subir a bordo do navio de exploração de petróleo Rowan Renaissance, e que a equipa da Armada estava no local para travar três barcos da Greenpeace. No entanto, os ativistas asseguraram que a intenção era realizar um "protesto pacífico" contra o projeto petrolífero da Repsol.

"Nos eventos que se seguiram, um ativista da organização ecologista caiu na água e ficou gravemente ferida quando bateu numa hélice de um dos barcos da Greenpeace", disse o Ministério da Defesa.

Um vídeo do confronto divulgado pelo Greenpeace mostra um barco da marinha espanhola a bater num dos barcos dos ativistas, que estavam muito perto do Renaissance Rowan.

Greenpeace Ilhas Canárias Espanha ativista ferida greenpeace
Ver comentários