Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
8

Elon Musk está a recrutar relações públicas para gerir mensagens de ódio no Twitter

Gestor e empresa não têm capacidade para gerir rede social com mais de 42 milhões de seguidores.
Aquela Máquina 20 de Janeiro de 2021 às 18:35

A Tesla está à procura de um relações públicas para gerir a escalada de comentários negativos na conta que Elon Musk possui no Twitter, avança o portal Business Insider

O recrutamento de um responsável para gerir aquela rede social surge depois de o construtor de carros eléctricos e donoda Space X ter eliminado o departamento de relações públicas no ano passado. 

Ora, a conta oficial de Elon Musk no Twitter passou a ser quase ingerível por aquela ser o principal canal de comunicação do multimilionário e da empresa com o público. 

O recrutamento para o "Especialista de Suporte da Tesla" destina-se a um executivo para trabalhar a tempo inteiro de forma remota. 

Ao seu cargo estarão a resolução de reclamações dos clientes através dos canais próprios, e a gestão, com pensamento crítico, das críticas negativas dirigidas ao construtor e a Elon Musk nas redes sociais. 

A Tesla nunca explicou de maneira concreta por que encerrou o seu departamento de comunicação. 

Contudo, com uma legião de mais de 42 milhões de seguidores no Twitter, é o próprio Elon Musk a publicar tweets sobre actualizações de produtos, assim como opiniões sobre os preços das acções da Tesla, sugestões e respostas aos clientes. 

Como vários analistas sublinham, não é uma forma brilhante de gerir a comunicação de um construtor com o peso que a Tesla já ganhou na indústria automóvel.

Business Insider Elon Musk Tesla economia negócios e finanças Informação sobre empresas
Ver comentários