Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
9

Espanha limita movimentos devido ao coronavírus

Cidadãos só poderão sair de casa para trabalhar ou em caso de emergência.
Ricardo Ramos 15 de Março de 2020 às 09:18
Espanha
Espanha FOTO: Reuters
A partir de segunda-feira, os espanhóis só vão poder sair de casa para trabalhar, comprar comida, ir à farmácia e ao médico ou para cuidar de crianças, idosos, deficientes ou outros dependentes. Todas as outras deslocações são proibidas ao abrigo do estado de alarme decretado pelo governo para travar a propagação do coronavírus, que já matou 195 pessoas.

"As medidas que vamos adotar são drásticas e terão consequências", admitiu o PM, Pedro Sánchez, numa comunicação ao país. As medidas estarão em vigor por duas semanas, que poderão ser prolongadas em caso de necessidade.

O ministério da Saúde vai poder impor a requisição obrigatória de médicos e o Exército poderá ser mobilizado para garantir a ordem pública. "Muitas vezes nos enganamos no nosso inimigo. Desta vez, não podemos fazê-lo: o vírus é o nosso verdadeiro inimigo", afirmou Sánchez.

Portugal no Mundo
Cinco casos suspeitos
Em Angola, há 5 casos suspeitos de estarem infetados com Covid-19, que aguardam resultados. No total, já foram rastreadas 104 pessoas por suspeitas de infeção, sendo que 99 obtiveram resultados negativos. Até ontem ainda não existia nenhum caso confirmado em Angola.

MNE sem informação
O Ministério dos Negócios Estrangeiros e Cooperação de Moçambique admitiu não saber quantos cidadãos nacionais se encontram na China, em Itália e nos restantes países que o novo coronavírus já atingiu. Não se sabe quantos cidadãos moçambicanos possam estar afetados ou a necessitar de apoio.

168 em quarentena
Em Moçambique, há pelo menos 168 cidadãos em quarentena domiciliária depois de terem regressado de um dos países considerados como alto risco de propagação de Covid-19.

Apelo presidencial
O presidente cabo-verdiano, Jorge Carlos Fonseca, pediu a todos os cidadãos do país que sigam com rigor as recomendações das autoridades de saúde, de modo a prevenir o contágio pelo novo coronavírus. Jorge Carlos Fonseca adiou alguns dos eventos em que iria participar e algumas visitas ao estrangeiro e dentro do país.

Aniversário adiado
O primeiro-ministro de Cabo Verde e presidente do MPD, Ulisses Correia e Silva, cancelou o jantar do 30º aniversário do partido, que estava marcado para ontem. Embora o país ainda não tenha registado nenhum caso confirmado de Covid-19, o primeiro-ministro justifica a decisão como forma de prevenção, visto que se iriam reunir neste jantar 350 pessoas.

Distribui abraços
O senador Nelson Trad foi o primeiro membro do Congresso brasileiro diagnosticado com o novo coronavírus e já se encontra em quarentena domiciliar. Antes de saber que estava infetado o senador teve uma rotina bastante ativa no Congresso, tendo participado em audiências com outros senadores e ministros. "Eu abracei meio Congresso. Você entra lá dentro, vindo de uma viagem internacional, e acaba abraçando os caras", afirmou Nelson Trad.

Aulas suspensas
São Paulo e Rio de Janeiro, as duas maiores cidades do Brasil, decidiram suspender as aulas nas escolas públicas a partir de sábado. A iniciativa das duas maiores cidades brasileiras começou a ser seguida por outros estados e municípios de forma isolada, já que o governo do presidente Jair Bolsonaro, que há dias afirmou em Miami, nos EUA, que o coronavírus é uma invenção da imprensa, não adotou até agora nenhuma norma de restrição de movimentos.

Férias adiadas
O governo de São Paulo vai suspender por 60 dias as férias dos funcionários da rede estadual de saúde. O pacote de medidas adotado pelo governo de São Paulo inclui ainda a proibição de eventos públicos que reúnam mais de 500 pessoas, numa tentativa ainda embrionária de tentar restringir o avanço do coronavírus.

Volta ao Mundo
Cantam à varanda
Multiplicam-se nas redes sociais os vídeos de italianos a cantar nas varandas de casa. "Não vamos desistir", são as palavras de ordem dos moradores dos bairros em Itália que, em coro, cantam músicas de incentivo.

Cenário de destruição
A corrida anárquica aos supermercados no Norte de Londres, no Reino Unido, deixou um cenário de destruição nos corredores dos enlatados, segundo o ‘The Sun’. As prateleiras ficaram vazias e no chão multiplicam-se as caixas e embalagens.

Hospital insuflável
O estado de Hidalgo, no México, está a preparar um plano de contingência para combater o coronavírus. Segundo o Noticieros Televisa, uma das iniciativas passa por instalar um hospital insuflável para receber possíveis infetados.

Dinheiro banido
Segundo o ‘The Sun’, um supermercado no Reino Unido decidiu precaver-se relativamente à propagação do coronavírus e lançou um aviso para proibir pagamentos com dinheiro que tenha estado em contacto com soutiens ou sapatos.

Urina contra vírus
Um grupo Hindu realizou uma festa e foram filmadas pessoas a beber urina de vaca. Segundo o ‘Mirror’, os hindus consideram a vaca sagrada e acreditam que a urina tem propriedades medicinais que podem ajudar a prevenir o vírus.

Sepulturas no Irão
Um cemitério na cidade de Qom, no Irão, tem crescido rapidamente desde o início de março. Imagens de satélite obtidas pela CNN mostram um aumento de atividade no cemitério Behesht-e Masoumeh e duas novas valas comuns.

Fronteiras fechadas
A Suíça está a levar a sério o fecho de fronteiras e, em 24 horas, perto de 300 pessoas foram impedidas de entrar no país alpino, revela o ‘Le Matin’, de Lausanne. As autoridades dizem que a medida é um sucesso e que está a ser bem recebida.

Licor para… desinfetar
O ‘lambanog’, um licor de coco com um elevado grau alcoólico, está a desaparecer das prateleiras de Lucena, nas Filipinas. O diário ‘Inquirer’, de Manila, revela que a corrida ao néctar não é para beber, mas para desinfetar…

Banda desafinada
Apesar dos avisos do governo, os Stereophonics anunciaram no Twitter que não iam cancelar os concertos deste fim de semana na Cardiff Motorpoint Arena, no País de Gales, onde deverão tocar para uma plateia de cerca de 5 mil pessoas.

Bad Boys
Os Backstreet Boys preparam-se para desrespeitar a recomendação do governo de São Paulo, Brasil, e querem realizar um concerto hoje na cidade, conta a revista ‘Veja’. Os 40 mil lugares do Allianz Parque estão esgotados.

PORMENORES
Iglesias fura quarentena
O vice-PM espanhol, Pablo Iglesias, que está de quarentena desde quarta-feira depois de a sua mulher ter dado positivo no teste do coronavírus, ‘furou’ ontem a quarentena para estar presente na reunião do Conselho de Ministros que aprovou o estado de alarme. Sentou-se ao lado do PM, Pedro Sánchez, e não usou máscara.

França fecha tudo
O governo francês ordenou ontem à noite o fecho de todas as lojas, restaurantes e locais de diversão para conter a propagação do coronavírus. Num discurso ao país, o primeiro-ministro, Édouard Philippe, disse que o governo "não teve outra solução" face ao desrespeito da população pelos apelos das autoridades para ficarem em casa e evitarem o contacto social.
Ver comentários