Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
6

"Está na hora de morrer": O aviso de Salvador Ramos, atirador do Texas, momentos antes de invadir a escola

Aluno sobrevivente conta que assim que ouviu tiros disse a um amigo para se esconder debaixo de algo.
Correio da Manhã 26 de Maio de 2022 às 12:04
Dor e emoção após várias crianças terem morrido em massacre em escola no Texas
Dor e emoção após várias crianças terem morrido em massacre em escola no Texas FOTO: Reuters
Um aluno do quarto ano, que sobreviveu ao tiroteio na escola primária em Ulvalde, no estado norte-americano do Texas, recordou o momento em que Salvador Ramos, de 18 anos, invadiu a sala de aula com um aviso 'arrepiante' aos alunos.

"Está na hora de morrer", disse Salvador, barricando-se depois no local.

O aluno sobrevivente conta que assim que ouviu tiros disse a um amigo para se esconderem para que não fossem encontrados pelo atirador, avança o jornal britânico Daily Mail.

"Disse ao meu amigo para não falar, para que ele não nos pudesse ouvir", admitiu a criança. 

O menino escondeu-se, juntamente com quatro colegas, debaixo de uma mesa coberta por um pano enquanto Salvador Ramos disparava indiscriminadamente. 

"Quando a polícia chegou disseram-nos para gritarmos se precisássemos de ajuda. Uma das pessoas da minha turma gritou. O rapaz ouviu e deu-lhe um tiro", contou a criança, que adiantou ainda que Salvador voltou a disparar já depois das autoridades estarem no interior da sala. A polícia respondeu ao ataque.

Após o fim do tiroteio, a criança abriu a cortina e estendeu a mão. "Saí com o meu amigo. Eu sabia que era a polícia porque vi a armadura e o escudo".

O ataque fez 21 mortos, entre os quais estão 19 alunos e duas professoras, que se sacrificaram para proteger os alunos. "Elas eram boas professoras. Foram à frente dos meus colegas para os salvar", revelou a criança. 
Texas Ulvalde Salvador Ramos questões sociais crime lei e justiça crime polícia
Ver comentários
}