Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
5

EUA continuam "preocupados" após visita de responsável da ONU a Xinjiang

Blinken acusou a China de "esforços para restringir e manipular a visita" de Bachelet.
Lusa 29 de Maio de 2022 às 08:34
Antony Blinken
Antony Blinken FOTO: Direitos reservados/Reuters
O secretário de Estado norte-americano Antony Blinken expressou "preocupação" com as possíveis restrições colocadas à visita a Xinjiang, região do noroeste da China, da alta-comissária das Nações Unidas para os Direitos Humanos, Michelle Bachelet.

Num comunicado divulgado no sábado, Blinken acusou a China de "esforços para restringir e manipular a visita" de Bachelet a Xinjiang, onde alegadamente se têm registado abusos contra minorias muçulmanas, como os uigures.

A visita "não permitiu uma avaliação completa e independente da situação dos direitos humanos, inclusive em Xinjiang", lamentou o secretário de Estado norte-americano.

EUA Xinjiang China Michelle Bachelet
Ver comentários
}