Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo

EUA e Rússia acordam redução de armamento nuclear (ACTUALIZADA)

Foi assinado esta quinta-feira um novo tratado entre os EUA e a Rússia que prevê uma redução considerável dos arsenais nucleares dos dois países.
8 de Abril de 2010 às 13:01
Medvedev e Obama têm realizado negociações há vários meses
Medvedev e Obama têm realizado negociações há vários meses FOTO: Agência

As negociações que têm decorrido em Genebra ao longo de vários meses resultaram neste acordo histórico assinado por Barack Obama e Dmitri Medvedev.

 

Assinado durante uma cerimónia na Sala Espanhola do Castelo de Praga, na República Checa, o tratado prevê a redução das ogivas nucleares dos dois países para 1550 cada um, o que se traduz numa diminuição de 74 por cento em relação ao que foi acordado em 1991 no Tratado de Redução de Armas Estratégicas.

 

Após a assinatura do tratado, Barack Obama declarou que o mesmo vai “tornar os Estados Unidos e o mundo mais seguros” e que deseja “um diálogo sério” sobre a questão da defesa anti-míssil.

 

Também Medvedev comentou a assinatura do acordo que caracterizou como uma “nova página”  nas relações entre os dois países e que mantém o “equilíbrio dos interesses” das duas nações, mas advertiu que uma excessiva rigidez por parte da defesa anti-míssil americana poderá pôr em risco o tratado.

 

Nessa perspectiva a Rússia fez incluir uma cláusula na qual se dá ao direito de abandonar o tratado caso a defesa anti-missil norte-americana represente uma ameaça contra os interesses russos.

 

Falta apenas o Senado norte-americano e a Duma russa ratificarem o tratado para que este entre em vigor.

 

Ver comentários