Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
2

Ex-guerrilha das FARC denuncia detenção de dirigente no México

Detenção terá sido feita na sequência de um alegado pedido de Bogotá à Interpol.
Lusa 20 de Outubro de 2021 às 07:59
FARC
FARC FOTO: Getty
A ex-guerrilha das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC) denunciou, na terça-feira, a detenção no México de um dos dirigentes do movimento, na sequência de um alegado pedido de Bogotá à Interpol.

Até agora, a detenção ainda não foi confirmada oficialmente e o Governo colombiano não comentou as declarações da ex-FARC, atualmente partido político.

Rodrigo Granda, conhecido como principal diplomata das ex-FARC, foi detido na Cidade do México, com base num alegado "aviso vermelho" da Interpol pedido pelo Governo colombiano, disseram os deputados Carlos Lozada e Pablo Catatumbo, líderes do partido político Comunes, criado depois do acordo de paz entre o Governo colombiano e as FARC, em 2016.

Ver comentários