Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
1

Fábrica da Ford em Valência paraliza esta semana devido à falta de semicondutores

Em agosto, com as férias de verão durante as três primeiras semanas do mês, nos dias 30 e 31 pararão as unidades de motores e maquinagem.
Lusa 10 de Julho de 2021 às 13:22
Carros
Carros FOTO: D.R.
A fábrica da Ford em Valência, Espanha, estará parada totalmente na próxima semana, de 12 a 16 de julho, devido à crise dos semicondutores que se alargará até final do mês de setembro, de acordo com a agência Efe.

Tanto as unidades de fabrico de veículos como a de motores e maquinagem permanecerão paradas de segunda a sexta-feira, devido também aos dois dias de paragem deivido às festas locais de Almussafes.

O calendário de paragem para este mês prevê mais dias de paragem para a unidade de motores (nos dias 19 e 20 pararão os motores e a maquinagem, no dia 21 montagem de motores e 29 e 30 de julho a maquinagem), mas não para o fabrico de veículos.

Em agosto, com as férias de verão durante as três primeiras semanas do mês, nos dias 30 e 31 pararão as unidades de motores e maquinagem.

Em setembro, dos dias 13 a 17 haverá outra semana de paragem total da fábrica como em julho, a que se somarão quatro dias sem atividade na unidade de motores.

Adicionalmente, o turno de produção da noite, anteriormente suspenso em maio e que estava previsto voltar em julho, continuará parado durante os meses de julho, agosto e setembro, numa medida que afetará 6.728 trabalhadores.

A direção da Ford considerou, quando apresentou a proposta do atual expediente de regulamentação de emprego, que não havia expetativa de recuperar o turno da noite pelo menos até ao mês de outubro.

Desde o início da pandemia, a fábrica da Ford de Valência, no leste de Espanha, tem aplicado diversos expedientes, primeiro devido à menor procura de automóveis e depois afetada pela escassez mundial de microchips.

Atualmente, estão previstas as saídas de 630 trabalhadores por pré-reformas e despedimentos voluntários, um processo que se prolongará até dezembro.

Ford Valência Espanha Efe economia negócios e finanças indústria metalomecânica e engenharia
Ver comentários