Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo

Frota de 400 jatos voa para a Cimeira do Clima

Tráfego de aviões privados pode ser prejudicial para o ambiente. Joe Biden leva 5 meios aéreos, uma limusina e vários SUV.
Manuela Guerreiro 2 de Novembro de 2021 às 09:07
O anfitrião, Boris Johnson, com o presidente francês, Emmanuel Macron, e o secretário-geral da ONU, António Guterres
Greta Thunberg lidera ‘manif’ à margem da COP26
Protesto de ativistas
O anfitrião, Boris Johnson, com o presidente francês, Emmanuel Macron, e o secretário-geral da ONU, António Guterres
Greta Thunberg lidera ‘manif’ à margem da COP26
Protesto de ativistas
O anfitrião, Boris Johnson, com o presidente francês, Emmanuel Macron, e o secretário-geral da ONU, António Guterres
Greta Thunberg lidera ‘manif’ à margem da COP26
Protesto de ativistas
O Gulfstream de quase 56,8 milhões de euros do fundador da Amazon, Jeff Bezos , liderou o desfile dos 400 jatos privados que transportaram personalidades para a COP 26. A cimeira do ambiente começou domingo, em Glasgow, Escócia, e vai prolongar-se até dia 12. São esperados mais de 120 chefes de Estado e de Governo, mas estão inscritos 35 mil pessoas, entre participantes, observadores e jornalistas.

Previsões publicadas esta segunda-feira pelo ‘Daily Mail’ sugerem que a frota de aviões privados vai emitir cerca de 13 mil toneladas de dióxido de carbono, o equivalente à que é emitida por cerca de 1600 pessoas num ano, logística com graves consequências para o meio ambiente.

Alguns dos participantes na 26ª Cimeira do Clima das Nações Unidas garantem, porém, que usam combustíveis sustentáveis, como, por exemplo, o príncipe Carlos, herdeiro da coroa britânica, que chegou num jato privado. Só o presidente dos EUA, Joe Biden, que aterrou em Edimburgo, tem uma frota de quatro aviões, o helicóptero Marine One, a limusina blindada ‘A Besta’ e vários SUV. O tráfego aéreo foi de tal ordem que os aviões foram obrigados a fazerem mais 50 km só para parquearem.

Na hora dos discursos e com os pés bem assentes em terra, destaque para o secretário-geral da ONU. “É hora de dizer basta. Basta de brutalizar a biodiversidade, basta de matarmo-nos a nós mesmos com carbono, basta de tratar a natureza como uma latrina (...) e de cavar a nossa própria sepultura”, afirmou António Guterres.

O anfitrião, Boris Johnson, comparou os lideres mundiais a James Bond e avisou que a raiva e a impaciência do Mundo os castigarão em caso de falhanço. Já a América de Joe Biden prometeu “uma liderança pelo exemplo” no esforço de redução das emissões com efeito de estufa. n

pormenores
Índia sem emissões
O primeiro-ministro indiano anunciou que o seu país, o terceiro maior poluidor mundial, será carbonicamente neutro em 2070, dez anos a seguir à China.

Rússia e China falham
Joe Biden diz ser dececionante que Rússia e China não se comprometam a enfrentar o flagelo das alterações climáticas.

Ofende judeus
O arcebispo da Cantuária pediu desculpas aos judeus depois de dizer que o fracasso na cimeira significaria um genocídio maior do que o Holocausto.
Ver comentários