Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
9

Fuga de gás tóxico causa pânico, mata uma pessoa e desaloja mais de mil no Brasil

Esta manhã, dezenas de moradores ainda estavam internados, alguns em estado grave.
Domingos Grilo Serrinha e correspondente no Brasil 5 de Outubro de 2022 às 13:13
Fuga de gás
Fuga de gás FOTO: Getty Images

O vazamento de um tipo, ainda não identificado, de gás altamente tóxico matou pelo menos uma pessoa, desalojou mais de mil e causou o pânico na cidade de Pontal, no interior do estado brasileiro de São Paulo na madrugada desta quarta-feira. Pela manhã, dezenas de moradores ainda estavam internados, alguns em estado grave.

Durante a manhã desta quarta-feira equipas especializadas em substâncias químicas, da capital estadual de São Paulo, ainda não tinham conseguido identificar qual o tipo de gás que tinha vazado, nem de onde. Há no entanto a suspeita de que o vazamento tenha ocorrido na casa onde a vítima fatal, uma mulher, foi encontrada e onde supostamente funcionava uma fábrica artesanal de produtos de limpeza produzidos à base de Amónia e de Cloro.

 Os efeitos tóxicos da grande quantidade de gás vazado, que se espalhou por vários bairros de Pontal, cidade com 50 mil habitantes, obrigou milhares de pessoas a deixarem as suas casas, à pressa, durante a madrugada. Mais de mil passaram a noite num abrigo improvisado pelo município, no Ginásio Adib Damião, onde receberam colchões e alimentos.

 Dezenas de moradores foram internados com quadro de intoxicação, vários deles tiveram de ser entubados e pelo menos três foram transferidos para hospitais de outras cidades.

A Câmara Municipal de Pontal decretou, esta quarta-feira, o encerramento de todas as actividades na cidade, exceto da área de Saúde, até se descobrir exactamente que tipo de gás vazou e de onde, e se tomarem medidas para acolher as famílias desalojadas. 

Brasil São Paulo Pontal política acidentes e desastres autoridades locais política interna
Ver comentários