Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo

Furacão Grace atinge a costa leste do México com ventos de 205 quilómetros por hora

Tempestade levou as autoridades mexicanas a emitirem alerta vermelho na região.
Lusa 21 de Agosto de 2021 às 08:39
Furacão Grace
Furacão Grace
Furacão Grace
Furacão Grace
Furacão Grace
Furacão Grace
Furacão Grace
Furacão Grace
Furacão Grace
Furacão Grace
Furacão Grace
Furacão Grace
Furacão Grace
Furacão Grace
Furacão Grace
Furacão Grace
Furacão Grace
Furacão Grace
Furacão Grace
Furacão Grace
Furacão Grace
Furacão Grace
Furacão Grace
Furacão Grace
O furacão Grace, da categoria 3 numa escala de cinco, atingiu este sábado a costa leste do México pouco antes das 07h00 em Lisboa (06h00 GMT), anunciou o Centro Nacional de Furacões norte-americano (NHC).

O furacão, com ventos de 205 quilómetros por hora, atingiu a costa de Tecolutla, Veracruz, no leste do México, segundo o NHC.

O Grace, que já tinha levado as autoridades mexicanas a emitirem alerta vermelho na região, atingiu pela segunda vez o México, depois de ter atravessado a província de Iucatão na quinta-feira, sem fazer vítimas ou causar danos materiais importantes.

A intensificação do fenómeno meteorológico colocou em alerta o Governo e as Forças Armadas, tendo sido destacados 7.829 elementos da Proteção Civil, além de funcionários da Defesa, Marinha e da Comissão Federal da Eletricidade.

O Grace tocou terra na quinta-feira, por volta das 05:45 locais (10:45 em Lisboa), a sul de Tulum, no leste da península do Iucatão, como um furacão de categoria 1, com ventos máximos sustentados de 130 quilómetros por hora.

O Grace tinha sido rebaixado para tempestade tropical quando chegou a terra, mas ganhou força quando regressou ao mar.

A Administração Nacional de Oceanos e Atmosfera dos Estados Unidos (NOAA, na sigla em inglês) estima que a atual temporada ciclónica no Atlântico venha a ter uma atividade acima da média.

Este ano, até agora, só se formou na bacia atlântica outro furacão, o Elsa, em inícios de julho.

Lisboa Lisboa Grace Centro Nacional de Furacões México NHC Iucatão meteorologia ambiente
Ver comentários