Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
1

Gangue de 50 criminosos rouba 42 vans novas de estacionamento em São Paulo, no Brasil

Assaltantes dominaram todos os funcionários, seguranças e alguns clientes do estacionamento, que foram trancados dentro de uma carrinha de carga.
Domingos Grilo Serrinha e correspondente no Brasil 19 de Outubro de 2021 às 20:54
policia brasil
policia brasil

Numa ação que mostrou organização e ousadia dos ladrões, um bando com pelo menos 50 criminosos roubou na madrugada desta segunda-feira 42 vans novas que estavam num estacionamento particular na zona sul da cidade de São Paulo. Os veículos, ainda sem matrícula atribuída, já tinham sido vendidos pela montadora e esperavam apenas que os donos os fossem retirar.

Os criminosos chegaram ao local em forgunetas fechadas, que não permitem a visualização do seu interior por quem está do lado de fora, como se fossem clientes normais querendo deixar os seus veículos no estacionamento, que além de receber carros da montadora também aluga vagas avulso. Com o acesso franqueado pelos seguranças do estacionamento, que não desconfiaram de nada, de dentro das forgunetas sairam de repente cerca de 50 homens, cada um deles com uma arma de fogo na mão.

Os assaltantes dominaram todos os funcionários, seguranças e alguns clientes do estacionamento, que foram trancados dentro de uma carrinha de carga, e arrombaram a sala onde estavam guardadas as chaves dos veículos deixados ali pela montadora para serem retirados por quem os tinha comprado. Parecendo terem o plano milimetricamente estudado, cada um de 42 dos criminosos apanhou uma chave, procurou a van a que ela correspondia e saiu tranquilamente do estacionamento, enquanto o resto do bando fazia a segurança.

Um a um, os 42 veículos roubados sairam do estacionamento num longo desfile e desapareceram, enquanto os ladrões que faziam a segurança da ação, antes de deixarem o local informaram as vítimas trancadas na carrinha que iam deixar a chave do veículo pendurada na maçaneta, pelo lado de fora, e que poderiam abrir a porta daí a minutos. A polícia acredita que o ousado roubo tenha sido encomendado, provavelmente pelo crime organizado, para as vans serem usadas em acções criminosas ou revendidas.

Ver comentários