Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
2

Golfinhos fémea preferem machos que fazem 'preliminares' antes do sexo

Golfinhos machos que o fazem têm 50% mais probabilidades de chegar ao ato sexual.
Correio da Manhã 27 de Janeiro de 2022 às 21:29
Golfinhos
Golfinhos FOTO: Getty Images
Os golfinhos fémea parecem preferir os machos que fazem 'preliminares' antes do ato sexual. A conclusão é de um estudo realizado por pesquisadores do Projeto Golfinho Rotados em Fernando de Noronha, no Brasil.

Nas relações sexuais entre seres humanos, os chamados 'preliminares' são uma espécie de ritual que antecede a penetração e que pode incluir a masturbação ou o sexo oral, por exemplo.

No caso dos golfinhos, esta prática também acontece, mas de maneira de diferente. Os machos introduzem o longo bico na fenda genital das fêmeas, dão mordidas delicadas e colocam a nadadeira peitoral na genital da parceira.

De acordo com os pesquisadores, os golfinhos machos que o fazem, têm 50% mais probabilidades de chegar ao ato sexual do que os animais que não fazem essas carícias, avança o G1.

Além disso, as fémeas também têm preferência pelos machos que repetem o comportamento "carinhoso" após o ato.

Os machos estimulam o clitóris da fémea apenas antes do ato sexual têm 30% de preferência para o sexo. Já os golfinhos-rotadores que fazem as preliminares de forma mais esporádica só chegam ao ato sexual em 20% dos casos.

"Isto confirma um estudo divulgado nos Estados Unidos que nos ajudou a interpretar o comportamento das fémeas. Elas têm prazer e escolhem os machos que façam a função de estimular e dar o prazer", afirmou ao G1 a bióloga Priscila Medeiros, coordenadora do Projeto Golfinho Rotador.

A pesquisadora informou ainda que o Projeto Golfinho Rotador deve publicar, até fevereiro, o estudo com as constatações do comportamento desses animais em Fernando de Noronha. 
Fernando de Noronha Brasil G1 ciência e tecnologia animais sexo preliminares golfinhos
Ver comentários