Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
9

Dezenas de mortos e mais de 50 feridos em explosões à porta do aeroporto de Cabul

Na origem das explosões estarão ataques bombistas suicidas, segundo informação divulgada pela Reuters.
Correio da Manhã 26 de Agosto de 2021 às 14:51
A carregar o vídeo ...
Feridos são transportados até ao hospital após explosões perto do aeroporto de Cabul
Uma grande explosão no portão principal do aeroporto de Cabul, no Afeganistão, fez esta quinta-feira pelo menos treze mortos e mais de cinquenta de feridos, de acordo com fonte dos talibãs à Reuters. O desastre acontece 10 dias após os talibãs terem tomado o poder na capital.

Segundo a Reuters, que cita fontes norte-americanas, a explosão foi provocada por um bombista suicida.

O ministro da defesa da Turquia disse que houve duas explosões à porta do aeroporto. De acordo com o The Wall Street Journal, as explosões em Cabul mataram quatro ‘marines’ americanos e, pelo menos, três outros militares encontram-se feridos. 

O Pentágono já confirmou o incidente através de uma publicação no Twitter e referiu que há vários norte-americanos e diversos civis afegãos entre as vítimas de duas explosões fora do aeroporto de Cabul.

Numa mensagem na rede social Twitter, o porta-voz do Pentágono, John Kirby, disse que se tratou de um ataque com duas explosões junto ao aeroporto de Cabul, confirmando informações de testemunhas que falam em vários mortos e feridos.

Kirby confirmou ainda que algumas das vítimas são norte-americanos, depois de vários meios de comunicação social relatarem cerca de uma dezena de mortes e vários feridos. 





First picture emerges: #HKIA pic.twitter.com/lnV2WY94gR

— EsfandRoberts (@EsfandRoberts) August 26, 2021

Reportan explosión en el exterior del aeropuerto de Kabul. pic.twitter.com/AhAhQz2Ljl

— Correo dela Axarquía (@correoaxarquia) August 26, 2021

Imagens da segunda explosão: Já o porta-voz do regime Talibã, Zabihullah Mujahid, recorreu á mesma rede social para condenar o atentado e justificar que as explosões ocorreram dentro da área de controlo militar dos EUA. "O Emirado Islâmico condena fortemente os ataques bombistas no aéroporto de Cabul", disse, acrescentando que "ocorreu na área onde as forças americanas são responsáveis pela segurança".

Um hospital de Cabul confirmou a chegada, até ao momento, de 60 pessoas vítimas das explosões, adianta a Reuters

Recorde que milhares de afegãos se aglomeram no aeroporto para fugir do seu país antes do final da ponte aérea para a evacuação do Afeganistão.


Testemunho

Um homem que tentava apanhar um voo para fugir de Cabul, no momento da explosão, contou à BBC os momentos de terror que viveu na tarde desta quinta-feira.

"Corpos, carne e pessoas foram atirados pelos ares", disse Milad, que estava no local da primeira explosão, à agência de notícias AFP.

"Quando as pessoas ouviram a explosão, houve pânico total. Os talibãs começaram a atirar para o ar para dispersar a multidão no portão", disse uma segunda testemunha.

"Eu vi um homem a correr com um bebê ferido nas mãos". 

"Eu nunca mais vou querer ir (para o aeroporto) novamente. Morte à América, à sua evacuação e vistos", disse uma um homem que esperava que o ajudassem a embarcar num voo com a esposa e os três filhos.

Cabul distúrbios guerras e conflitos guerrilha
Ver comentários