Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
8

Gripe deve atacar este inverno. Dono da marca Nurofen aumentou vendas

CEO da Reckitt destacou que as vendas de medicamentos para constipações estão em níveis superiores aos de 2019.
Correio da Manhã 26 de Outubro de 2021 às 17:33
Farmacûtica detida em Famalicão
Farmacûtica detida em Famalicão FOTO: Jason Reed/Reuters

Com o desconfinamento e o início das temperaturas mais baixas, os medicamentos para a gripe e constipações têm sido mais procurados. O grupo britânico Reckitt, que detém a marca do medicamento Nurofen, anunciou que as vendas aumentaram nesta altura e que, por isso, o número de constipações e gripes é maior este ano em comparação com anos anteriores.

Ao contrário do que os analistas previam, os lucros da empresa aumentaram 3,3% nos últimos três meses até 30 de Setembro. O CEO da Reckitt destacou que as vendas de medicamentos para constipações estão em níveis superiores aos de 2019, noticiou o The Telegraph.

Estudos e estatísticas mostram que os casos de gripe baixaram durante a pandemia. No entanto, alguns cientistas apontam para um maior crescimento dos doentes com gripe durante o próximo inverno, uma vez que as pessoas estiveram menos expostas à bactéria durante o período pandémico.

Um relatório do Grupo Consultivo de Ameaças por Vírus Respiratórios Novos e Emergentes (Nervtag) do Reino Unido alertou que a próxima temporada de gripe vai ser pior do que o normal pois o distanciamento social reduziu a circulação dos vírus respiratórios, deixando a população mais vulnerável a doenças respiratórias.

Nurofen Reckitt saúde gripe covid-19
Ver comentários