Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo

Harvey Weinstein paga 40 milhões de indemnização às mulheres que o denunciaram

O antigo realizador de Hollywood está indiciado dos crimes de abuso sexual, da prática de atos ilícitos e da má conduta sexual.
24 de Maio de 2019 às 12:17
Harvey Weinstein
Harvey Weinstein
Harvey Weinstein chega ao tribunal em Nova Iorque, a 25 de maio
Harvey Weinstein
Harvey Weinstein
Harvey Weinstein chega ao tribunal em Nova Iorque, a 25 de maio
Harvey Weinstein
Harvey Weinstein
Harvey Weinstein chega ao tribunal em Nova Iorque, a 25 de maio
O antigo realizador de Hollywood Harvey Weinstein chegou a um acordo de indemnização, no valor de 40 milhões de euros, com as dezenas de mulheres que o acusaram de abuso e assédio sexual.

Segundo o jornal norte-americano The New York Times, Weinstein está indiciado dos crimes de violação contra duas mulheres. No entanto, mais de 80 mulheres acusaram o ex-realizador de não proteger os funcionários da produtora de um ambiente de trabalho hostil, da prática de atos ilícitos e da má conduta sexual.

O acordo, caso seja concluído, resolverá os processos que foram apresentados pela procuradoria de Nova Iorque contra os executivos da Weinstein Co, mas não trava o julgamento criminal por violação e abuso sexual, que deverá começar em setembro.

De acordo com a publicação, o valor atual da indemnização é menos de metade do que foi acordado e discutido inicialmente para a criação de um fundo de apoio às vítimas - sendo primeiramente proposto a quantia de 90 milhões de dólares (80 milhões de euros).

Segundo o El País, do montante proposto 30 milhões iriam ser destinados às ex-funcionárias da empresa abusadas sexualmente. O restante seria usado para cobrir os custos legais dos diretores da produtora que foram citados nos processos.

Harvey Weinstein negou todas as alegações de crimes sexuais, incluindo de violação, garantindo que os relacionamentos que manteve com mulheres foram consentidos.

Recorde-se que as acusações de que é alvo levaram à criação de um movimento que fez tremar Hollywood. O #MeToo cresceu a largos passos e foram centenas as mulheres acusaram publicamente homens poderosos na política e entretenimento de assédio e abuso sexual.
Ver comentários